12:56 02 Junho 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    24515
    Nos siga no

    O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, disse nesta segunda-feira que a Autoridade Nacional Palestina deve parar de financiar terroristas que realizam ataques contra Israel.

    "Terroristas atacam pessoas inocentes, judeus e não judeus, em Israel e em outros países. Esses terríveis terroristas recebem um salário mensal da Autoridade Palestina. Quanto mais matam, mais recebem. Como você pode falar em paz quando, ao mesmo tempo, financia assassinos que mataram israelenses?", declarou o premier durante uma cerimônia no Monte Herzl, em Jerusalém, em homenagem às vítimas civis e militares de atentados terroristas. 

    De acordo com Netanyahu, o governo palestino pagou cerca de 1 bilhão de dólares ao longo dos últimos anos a terroristas presos em Israel ou a familiares de terroristas mortos. 

    Em meio a essas acusações, o presidente da Palestina, Mahmoud Abbas, deverá realizar um encontro com o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, em Washington, na próxima quarta-feira, para discutir maneiras de resolver o conflito entre israelenses e palestinos com base na seleção de dois Estados.

    Mais:

    Irã opina ser necessário o desarmamento nuclear de Israel
    Israel ataca campo militar sírio, deixando 3 mortos
    CIA revela como Israel escondeu suas atividades dos EUA
    Trump convida líder da Palestina à Casa Branca
    Rússia reitera vontade de ajudar Palestina a criar seu próprio Estado
    Tags:
    terroristas, terrorismo, Donald Trump, Mahmoud Abbas, Benjamin Netanyahu, Jerusalém, Monte Herzl, Washington, EUA, Palestina, Israel
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar