12:13 22 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    Destróier de mísseis guiados USS Porter (DDG 78) lançando o míssil Tomahawk (TLAM)

    A agressão dos EUA muitas vezes se inicia com ataques com mísseis Tomahawk

    © AFP 2017/ HO/US NAVY/Christopher SENENKO
    Oriente Médio e África
    URL curta
    Ataque norte-americano contra base aérea síria (82)
    261390101

    Ministério da Defesa russo criticou a suposta "eficiência" do ataque dos EUA contra a base aérea da Síria.

    O especialista russo Dmitry Drozdenko sublinhou ao serviço russo da Rádio Sputnik que a agressão dos EUA já foi muitas vezes iniciada com ataques de Tomahawks.

    O representante oficial do ministério, Igor Konashenkov, disse que as declarações em questão foram feitas para o público americano e não para os profissionais.

    Anteriormente, o ministério comunicou que de todos os 59 mísseis de cruzeiro Tomahawk apenas 23 atingiram o aeródromo. Não se sabe onde caíram os outros. Konashenkov sublinha que todos os alvos eram construções grandes localizadas num palmo de terra pequeno.

    O representante oficial do ministério da Defesa russo pensa que os EUA fizeram isso para enfraquecer o potencial de combate do exército sírio, que está realizando operações bem-sucedidos contra os grupos terroristas Daesh e Frente al-Nusra (ambos proibidos na Rússia e muitos outros países).

    Dmitry Drozdenko, editor-chefe adjunto da revista Arsenal Otechestva, também manifestou seu espanto pela imprecisão deste ataque. Ele lembrou que o Tomahawk é uma arma bastante séria e a agressão dos EUA muitas vezes foi iniciada usando especificamente esta arma e que os ataques anteriores foram muito precisos.

    O especialista disse que neste caso o exército sírio podia ter usado meios de guerra eletrônica para confundir os mísseis dos EUA.

    Tema:
    Ataque norte-americano contra base aérea síria (82)

    Mais:

    MRE russo explica por que a visita de Tillerson não foi cancelada após ataque contra Síria
    Ministério da Defesa russo critica a suposta 'eficiência' do ataque dos EUA na Síria
    Putin comparou o ataque contra Síria com a intervenção dos EUA no Afeganistão
    Tags:
    ataque, Tomahawk, Frente al-Nusra, Daesh, Igor Konashenkov, Shayrat, Síria, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik