06:20 22 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    43688
    Nos siga no

    A Síria está disposta a se defender de eventuais ataques por parte dos EUA com a ajuda da Rússia, comunicou o vice-chefe da Chancelaria síria, Faisal Mekdad, em entrevista à Sputnik.

    "Posso afirmar que a Síria apoiada pelos nossos amigos russos vai ser capaz de encontrar os meios para se defender destes mísseis ou de tentativas repetidas de agressão", acrescentou Mekdad. 

    Segundo ele, a Rússia "agiu racionalmente" na questão do ataque à Síria.

    ​O vice-chefe da Chancelaria síria acrescentou que Damasco e os seus aliados "não têm intensões de ameaçar a segurança mundial", mas segundo ele vão conseguir defender a soberania e a independência do país. 

    Após os ataques contra o território da Síria, o Ministério da Defesa da Rússia tinha comunicado sobre os planos do reforço e aumento da eficácia do sistema da defesa antimíssil na Síria. 

    Na madrugada da sexta-feira os EUA atacaram o aeródromo de Shayrat com mísseis de cruzeiro, afirmando que deste aeródromo teria sido alegadamente realizado o ataque químico contra a província de Idlib em 4 de abril. Segundo o Pentágono, foi disparado um total de 59 mísseis. 

    Mais:

    Para quem Trump enviou aviso ao atacar Síria? Ministra da Defesa alemã responde
    Rex Tillerson revela prioridades de Washington na Síria
    Tags:
    ataque, mísseis, aeródromo militar, Defesa antimíssil (DAM), segurança, defesa, EUA, Síria, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar