17:07 05 Junho 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    20131
    Nos siga no

    Ministério da Defesa russo negou categoricamente as afirmações sobre os ataques contra o povoado Khan Shaykhun na Síria, alegadamente realizados pelos aviões russos.

    "Os aviões da Força Aeroespacial russa não realizaram quaisquer ataques na área do povoado de Khan Shaykhun, na província de Idlib. A agência britânica Reuters, ao informar sobre a participação dos aviões russos nos ataques químicos contra Khan Shaykhun, conseguiu deturpar a própria fonte primeira desta notícia — o Observatório dos Direitos Humanos na Síria, que nunca declararam isso", disse a entidade militar russa.

    Foi destacado também que "não foi o primeiro fato de uma tal 'abordagem criativa' da Reuters na divulgação de noticiais falsas sobre a Rússia", o que é muito lamentável".

    Anteriormente, a agência de notícias Reuters, citando o Observatório dos Direitos Humanos na Síria, informou que "aviões da Rússia ou do governo sírio" atacaram com projéteis com substâncias tóxicas a cidade de Khan Shaykhun na província de Ildib. Contudo, na notícia original do Observatório apenas foi feita suposição sobre um ataque aéreo sem indicar a quem pudessem pertencer os aviões.

    Mais:

    Ataque químico mata dois em hospital na Síria, segundo Médicos Sem Fronteiras
    Ofensiva do Daesh no norte da Síria é repelida por tropas das Forças Democráticas Sírias
    Iraque nega existência de provas sobre ataque químico do Daesh em Mossul
    Tags:
    ataque químico, ataque aéreo, Reuters, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar