17:49 22 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    828
    Nos siga no

    Aviões, supostamente da coalizão internacional liderada pelos EUA, realizaram um ataque aéreo contra uma escola a oeste de Raqqa, informa a agência SANA, citando fontes bem informadas.Há mortos e feridos.

    Foi relatado que dezenas de pessoas, principalmente mulheres e crianças, foram mortas e feridas no ataque aéreo, informa a mídia local na quarta-feira (22).

    "Dezenas de pessoas foram mortas e feridas, principalmente mulheres e crianças, no ataque aéreo", indica a fonte, citada pela SANA.

    As fontes da agência referem que o ataque da aviação resultou na "destruição quase total da escola" que servia de refúgio para 50 famílias oriundas das províncias de Aleppo, Raqqa e Homs.

    "A coalizão norte-americana realizou ao amanhecer uma incursão aérea, cujo alvo foi a escola de Al-Badya, que fica ao sul da cidade de AL-Mansurah, 30 quilómetros a oeste de Raqqa", informa a fonte citada pela agência SANA.

    Segundo informação oficialmente não confirmada, cerca de 33 pessoas podem ter sido mortas em resultado do ataque aéreo.

    A coalizão de 68 países liderada pelos Estados Unidos está realizando ataques aéreos, tiroteios terrestres e de projéteis contra o Daesh na Síria e no Iraque. Os ataques no Iraque são realizados com apoio do governo iraquiano, mas as missões na Síria não são autorizadas pelo governo do presidente Bashar Assad ou pelo Conselho de Segurança da ONU.

    Mais:

    Terroristas do Daesh fazem cerco em Raqqa com fortificações
    Coalizão liderada pelos EUA destrói instalação de drones do Daesh perto de Raqqa
    Milícias curdas e árabes tomam controle dos arredores de Raqqa
    Em troca de combater junto com coalizão em Raqqa, curdos receberam certas garantias
    Tags:
    mortos, feridos, ataque aéreo, vítimas, escola, coalizão internacional, Raqqa, Homs, Mossul, Iraque
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar