13:57 25 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    Jihadistas da Frente al-Nusra em um campo de refugiados destruído ao sul de Damasco

    EUA impõem sanções a membros da Frente al-Nusra

    © AFP 2017/ RAMI AL-SAYED
    Oriente Médio e África
    URL curta
    870351

    Os Estados Unidos decidiram incluir dois indivíduos supostamente ligados ao grupo extremista conhecido como Frente al-Nusra à sua lista de sanções por terrorismo, segundo anunciou o Departamento do Tesouro nesta quinta-feira.

    Por meio de um comunicado oficial, o Escritório de Controle de Ativos Estrangeiros do departamento (OFAC) identificou os dois como Bassam Ahmad Al-Hasri, da Síria, e Iyad Nazmi Salih Khalil, da Jordânia. Eles são acusados de pertencer à liderança da organização jihadista. 

    "Como resultado da ação de hoje, todas as propriedades e interesses de Khalil e al-Hasri sujeitos à jurisdição dos EUA serão bloqueados, e os cidadãos americanos em geral estão proibidos de fazer transações com eles", informou o OFAC. 

    A medida anunciada por Washington é consequência de uma decisão tomada ontem pelo Conselho de Segurança da ONU, que incluiu Khalil, al-Hasri e outros dois indivíduos à sua lista de pessoas e entidades sujeitas a sanções por ligações com o Daesh e a Al-Qaeda, com quem a Frente al-Nusra mantém laços logísticos e ideológicos. 

    Mais:

    Por que é que Irã integra lista de países que representam ameaça terrorista para os EUA?
    EUA expandem lista negra de sanções contra a Coreia do Norte
    EUA incluem 5 russos na lista antiterrorista por causa do 'Ato Magnitsky'
    Tags:
    jihadista, terroristas, terrorismo, Nações Unidas, Conselho de Segurança da ONU, ONU, Al-Qaeda, Daesh, Frente al-Nusra, OFAC, Departamento do Tesouro, Iyad Nazmi Salih Khalil, Bassam Ahmad Al-Hasri, Jordânia, Síria, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik