09:56 29 Março 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    574
    Nos siga no

    Primeiro-ministro israelense já havia sido interrogado no início da semana pelo recebimento de milhares de dólares em presentes de empresários.

    O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu foi interrogado mais uma vez pela polícia, acusado de ter recebido "presentes ilegais" de empresários e partidários ricos.

    De acordo com a mídia local, Netanyahu recebeu a visita de investigadores nesta tarde em casa, no centro de Jerusalém. Ele teve de responder a novas perguntas sobre o caso.

    A investigação tenta comprovar a denúncia de que o primeiro-ministro recebeu os tais presentes, segundo o procurador-geral, Avichai Mandelblit, encarregado do caso. 

    Embora possa trazer consequências legais mais brandas, o inquérito pode ameaçar a continuidade do governo de "Bibi" — como é chamado pelos israelenses — que já está no seu quarto mandato.


    Mais:

    Netanyahu buscará impedir resoluções da ONU sobre o conflito palestino-israelense
    Putin e Netanyahu discutem crise síria e conflito entre Israel e Palestina
    Discurso de Kerry foi 'uma grande decepção', diz Netanyahu
    Tags:
    Bibi, Avichai Mandelblit, Benjamin Netanyahu, Israel, Jerusalém
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar