15:17 26 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    Local da explosão ocorrida na cidade turca de Kayseri em 17 de dezembro de 2016

    Autoridades turcas revelam autoria da explosão em Kayseri

    © REUTERS/ Turan Bulut/Ihlas News Agency
    Oriente Médio e África
    URL curta
    2701 0 0

    O ataque terrorista na cidade turca de Kayseri foi realizado por um homem-bomba, declarou Binali Yildirim, premiê da Turquia.

    Anteriormente, o Estado-Maior turco informou que o ataque foi dirigido contra militares. O carro explodiu perto de um ônibus que transportava soldados. Na sequência do ataque morreram 13 militares, 55 foram feridos.

    "O ataque contra o ônibus com militares que ocorreu hoje foi realizado por um homem-bomba", disse Yildirim na televisão.

    Recep Tayyip Erdogan, presidente da Turquia, declarou, por sua vez, que a autoria do ataque pertence ao Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK), organização considerada terrorista e proibida na Turquia.

    "A organização terrorista separatista [PKK] é responsável pelo ataque. Ela usa todas as oportunidades. Este atentado teve a ver com os acontecimentos na Síria e no Iraque. A Turquia é alvo de ataques por parte de vários agrupamentos terroristas", se diz no comunicado de Erdogan.

    Ele acrescentou que a Turquia continua combatendo o terrorismo.

    Anteriormente, Veysi Kaynak, vice-premiê turco, havia declarado que atentado em Kayseri foi muito parecido com o realizado na semana passada em Istambul.

    Mais:

    2 mortos, 21 feridos na sequência de explosão na Turquia
    Forte explosão registrada no sudeste da Turquia
    Grande explosão é registrada em Ancara
    Explosão deixa pelo menos 27 mortos em Ancara
    Tags:
    homem-bomba, militares, atentado terrorista, explosão, Recep Tayyip Erdogan, Binali Yildirim, Kayseri, Turquia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik