11:43 20 Outubro 2021
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    0141
    Nos siga no

    As tropas do governo sírio não pretendem suspender os combates, com exceção dos casos, quando os grupos armados quiserem se render aos militares, declarou nesta quarta-feira o presidente da Síria, Bashar Assad.

    "Não haverá suspensão. A suspensão ocorre somente em localidades nas quais os terroristas declaram a intensão de se render ou de se retirar. Somente nesses casos os combates são suspensos. Durante as negociações os combates continuam, pois não confiamos nos terroristas — muitas vezes eles dizem uma coisa e fazem outra. Por exemplo, eles já exigiram um cessar-fogo para recuperar as forças, receber apoio e suprimentos de armas e munição. Portanto não estamos pensando em cessar-fogo", disse Assad em entrevista à emissora Rossiya 24. 

    Segundo o líder sírio, esses acordos somente ocorrem quando Damasco pode contrar com "acordos claros e de confiança determinada". 

    Mais:

    Assad: Trump pode ser um aliado 'natural' da Síria
    Assad: Damasco não permitirá atuação de empresas de países que apoiaram terroristas
    Assad: terroristas chegaram a Palmira com apoio dos EUA
    Tags:
    Síria, Bashar Assad, terrorismo, cessar-fogo
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar