19:56 24 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    Soldados do exército da Síria ajudam famílias a deixar os bairros orientais de Aleppo, controlados por grupos terroristas

    Rússia registra 36 violações do cessar-fogo na Síria nas últimas 24 horas

    © AP Photo/ Hassan Ammar
    Oriente Médio e África
    URL curta
    766004

    Centro para a Reconciliação na Síria russo na base aérea de Hmeimim registrou um total de 36 violações do regime de cessar-fogo na Síria nas últimas 24 horas, disse o Ministério da Defesa russo neste domingo.

    Informações repassadas pelo Ministério da Defesa russo à Sputnik dão conta de que pelo menos 36 violações ao regime de cessar-fogo no país foram registradas nas últimas 24 horas.

    Segundo o Ministério, os casos foram reportados em cinco províncias:

    "Nas últimas 24 horas, 36 bombardeamentos realizados por formações armadas ilegais foram registrados nas províncias de Aleppo (19), Damasco (14), Latakia (1), Hama (1) e Daraa (1)", informa o boletim.

    Militantes teriam feito uso de armas leves e morteiros para atacar uma série de assentamentos na província de Damasco. Na província de Latakia, os militantes do Ahrar al-Sham atacaram um assentamento e usaram vários sistemas de foguetes de lançamento e morteiros para bombardear dois assentamentos na província de Aleppo.

    Jabhat Fatah Al-Sham (também conhecido como Frente al-Nusra) usou morteiros, sistemas de lançamento de foguetes múltiplos, artilharia, mísseis guiados antitanque e armas leves para realizar 15 ataques na cidade sitiada de Aleppo. Várias violações também foram registradas nas províncias de Daraa e Hama, de acordo com o boletim.

    Mais:

    Caça MiG-23 da Força Aérea síria cai na província de Homs
    Kerry apela à oposição síria para dar primeiro passo no estabelecimento da paz
    EUA não querem MANPADS na Síria, apesar de terem liberado fornecimento de armas
    Assembleia Geral da ONU adota resolução sobre trégua na Síria
    Tags:
    Ministério da Defesa (Rússia), Frete al-Nusra, Jabhat Fatah al-Sham, Ahrar al-Sham, Daraa, Latakia, Hama, Damasco, Aleppo
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik