23:03 16 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    051
    Nos siga no

    Cerca de 8,5 mil pessoas, entre elas 2,9 mil crianças, conseguiram deixar os bairros controlados por terroristas em Aleppo nas últimas 24 horas, com auxílio de militares russos, informou nesta sexta-feira o Centro para a Reconciliação na Síria russo.

    “Somente nas últimas 24 horas, 8 mil e 461 civis, entre estes 2 mil e 934 crianças, deixaram os bairros controlados por militantes terroristas em Aleppo, com auxílio do Centro para a Reconciliação na Síria russo”, informou o comunicado da organização. 

    O centro russo continua ajudando os moradores locais que tentam fugir dos bairros orientais de Aleppo, controlados por terroristas, destaca o informe. Além disso, 14 jihadistas depuseram as armas, se transferiram para Aleppo ocidental e foram anistiados.

    O ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, informou na noite desta quinta-feira que as atividades do exército sírio na Aleppo oriental foram temporariamente suspensas para a realização da operação de retirada de civis. 

    Durante as últimas três semanas, as tropas sírias e milícias populares liberaram mais de 80% da Aleppo oriental, ocupada por terroristas desde 2012. No sábado, as tropas do governo romperam a defesa dos jihadistas no centro histórico da cidade, obrigando os terroristas a recuar para os bairros do sul. Agora esta é a última zona de resistência dos jihadistas. Segundo Damasco, agora os radicais controlam, no máximo, de 10 a 12 quilómetros quadrados da Aleppo oriental.

    Mais:

    Exército sírio controla 70% do Leste de Aleppo
    Kerry e Lavrov discutem situação humanitária de Aleppo
    Jihadistas começam a depor as armas em Aleppo oriental
    Tags:
    Aleppo, Síria, Centro Russo para a Reconciliação Síria, civis, crianças
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar