20:08 20 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Premiê iraquiano, Haider al-Abadi

    Premiê iraquiano se recusa a 'pagar aos EUA com petróleo' pela ajuda na luta contra Daesh

    © Sputnik / Sergei Mamontov
    Oriente Médio e África
    URL curta
    8111

    O primeiro-ministro iraquiano, Haider al-Abadi, disse que espera aumento de apoio logístico pela administração do presidente eleito dos EUA, Donald Trump, na luta contra o grupo terrorista Daesh (proibido na Rússia), de acordo com a agência Associated Press.

    Haider al-Abadi se recusou a considerar o petróleo iraquiano como uma possível "forma de pagamento" pela assistência norte-americana. De acordo com a agência, tal proposta foi feita por Donald Trump durante sua campanha pré-eleitoral. Os representantes dos dois países já realizaram uma conversa telefônica, acrescentou Al-Abadi.

    O primeiro-ministro iraquiano prevê a derrota iminente dos militantes do Daesh (organização terrorista proibida na Rússia e reconhecida como pelo Brasil) por falta de "coragem", não sendo, assim, capaz de resistir aos ataques em Mossul.

    A operação de libertação de Mossul das mãos dos terroristas do Daesh, cidade dominada pela organização terrorista em 2014, continua desde 17 de outubro. A operação envolve várias forças iraquianas e conta com apoio ativo da coalizão internacional, liderada pelos Estados Unidos.

    Mais:

    Espanha planeja aumentar contingente militar no Iraque
    Daesh no Iraque intercepta armas ocidentais destinadas à oposição na Síria
    Tropas irregulares do Iraque cortam o apoio do Daesh em Mossul
    Tags:
    militantes, terroristas, petróleo, Guerra Civil Síria, Daesh, Estado Islâmico, Donald Trump, Haider al-Abadi, Mossul, Iraque, Síria, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik