12:39 06 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Desde o início da ofensiva para retomar Mossul, mais de 86 mil pessoas deixaram a cidade

    ONU: 8 mil civis deixaram Mossul nos últimos quatro dias

    © Sputnik / HİKMET DURGUN
    Oriente Médio e África
    URL curta
    120
    Nos siga no

    Mais de 86 mil pessoas conseguiram deixar Mossul desde o início da ofensiva para a retomada da cidade iraquiana, há pouco mais de um mês. Só nos últimos quatro dias, segundo o porta-voz das Nações Unidas, Stéphane Dujarric, foram 8.200 civis que deixaram a região.

    A Organização Internacional para as Migrações informou em seu portal na internet que os movimentos migratórios foram especialmente significativos no dia 19 de novembro, quando 6.120 pessoas, de 1.200 famílias, deixaram o centro de Mossul em meio a uma série de ataques com morteiros promovidos por terroristas do Daesh. 

    "A maioria dos deslocados são do distrito de Mossul", disse Dujarric em coletiva de imprensa. "A maior parte desses, 98% dos deslocados, está vivendo dentro da província de Ninawa".

    No dia 17 de outubro, forças do governo iraquiano e milícias curdas, apoiadas pela coalizão liderada pelos EUA, deram início a uma grande ofensiva para reconquistar Mossul, dominada desde 2014 pelos extremistas do grupo Daesh. A cidade é considerada a capital iraquiana do califado.

    Mais:

    Vala com mais de 200 corpos é descoberta perto de Mossul
    Forças iraquianas libertam nordeste de Mossul do controle do Daesh
    Segundo mês da batalha de Mossul: sem progressos nem informações
    Tags:
    curdos, OIM, ONU, Stéphane Dujarric, EUA, Ninawa, Iraque, Mossul
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar