14:31 26 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    51012
    Nos siga no

    Várias mulheres sauditas foram sentenciadas a 10 dias de prisão e 20 chicotadas sem direito a fiança, por usarem “expressões inadmissíveis” nas mensagens do WhatsApp, segundo o jornal saudita Al-Watan.

    De acordo com uma fonte próxima da investigação do jornal, em caso de repetição do incidente, as acusadas poderão enfrentar uma punição ainda mais severa.

    No Tribunal Penal de Jidá chegou uma menina que acusou outra menina de usar expressões abusivas nas mensagens através da aplicação WhatsApp. O Tribunal pediu o celular para se convencer das suas palavras.

    Na sessão seguinte, o Tribunal confirmou que uma das meninas realmente enviou 8 mensagens obscenas ao endereço da outra, a demandante. A acusada disse que ela não foi a primeira a começar a briga e mostrou algumas mensagens no telefone recebidas dois meses antes. O Tribunal remeteu o processo para o Tribunal de Paz.

    Um mês depois ocorreu a última sessão. O juiz decidiu que as duas meninas são igualmente culpadas e puniu as duas.

    Tags:
    mulher, chicotadas, tribunal, castigo, Jidá, Arábia Saudita
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar