04:54 29 Fevereiro 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    523
    Nos siga no

    A coalizão liderada pela Arábia Saudita conduziu ataques aéreos em várias regiões do Iêmen apesar da ONU lhe pedir para manter a trégua em vigor no país.

    De acordo com a agência de notícias iemenita SABA, no domingo (23) de manhã, a coalizão realizou pelo menos 9 ataques aéreos. 

    O cessar-fogo no Iêmen entrou em vigor nas primeiras horas de 20 de outubro e durou 72 horas. 

    No sábado (22), o enviado especial da ONU para o Iêmen, Ismail Ould Cheikh Ahmed, pediu a todas as partes envolvidas no conflito no Iêmen para estender a cessação das hostilidades por mais três dias. 

    A situação no Iêmen continua a ser extremamente instável desde o início do conflito militar, em 2014, entre o governo liderado pelo presidente iemenita Abd Rabbo Mansur Hadi e rebeldes houthis, que são a principal força de oposição no país.

    Pelo menos 13 milhões de iemenitas necessitam urgentemente de ajuda, de acordo com as Nações Unidas.

    Mais:

    Reino Unido treinou pilotos sauditas que participaram do ataque no Iêmen
    Pentágono: em outubro, EUA eliminaram 8 membros da Al-Qaeda no Iêmen
    Ministro britânico: ataque das forças sauditas contra Iêmen foi um 'erro intencional'
    Tags:
    houthis, ONU, Arábia Saudita, Iêmen
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar