09:52 05 Junho 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    22112
    Nos siga no

    Condenado por um assassinato cometido há três anos, o príncipe saudita Turki bin Saud al-Kabir foi executado na segunda-feira (17), de acordo com o Ministério do Interior do país.

    "A punição legítima será o destino de qualquer pessoa que intende atacar inocentes e derramar o seu sangue", diz o comunicado oficial. 

    Turki, membro da família real saudita, foi condenado pelo assassinato de Adel al-Mohaimeed, presumivelmente seu amigo, durante uma briga em 2012, relata a ABC citando a declaração do ministro do Interior do país árabe. 

    "O governo está disposto a manter a ordem, a estabilizar a segurança e a alcançar a justiça através da implementação das regras estabelecidas por Alá", diz o texto. 

    O ministério não revelou o método da execução, mas o mais comum utilizado na Arábia Saudita é a decapitação com uma espada. 

    É muito raro que um membro da família real — que consiste em milhares de pessoas — seja executado na Arábia Saudita. Um dos casos mais notórios foi a execução de Faisal bin Musaid al Saud, condenado à morte pelo assassinato de seu tio, o rei Faisal, em 1975.

    Mais:

    Morte pela sharia: Arábia Saudita e Daesh usam lei islâmica para execuções
    Houthis iemenitas exortados a atacar Arábia Saudita
    ONU pede que Arábia Saudita pare de matar crianças
    Tags:
    execução, família real saudita, Arábia Saudita
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar