22:17 18 Junho 2018
Ouvir Rádio
    Crianças e mulheres num edifício para civis deslocados em Makhmour, ao leste de Mossul, Iraque (Foto de arquivo)

    Moscou alerta para catástrofe humanitária em Mossul

    © AP Photo / Alice Martins
    Oriente Médio e África
    URL curta
    19121

    A porta-voz oficial do Ministério das Relações Exteriores, Maria Zakharova, declarou hoje (18) que a cidade que a operação militar para libertar Mossul não previu suas possíveis consequências para a população civil da cidade, que agora enfrenta a ameaça de uma catástrofe humanitária.

    “[Mossul] está próxima de uma catástrofe humanitária de grande escala. Alguém calculou para onde irão os refugiados, quantos serão e quem poderá recebe-los” – disse Zakharava em entrevista ao canal de televisão russo Rossiya 1.

    Ela destacou que a cidade é praticamente toda cercada por terrenos desérticos que foram submetidos a queimadas. “Sabemos quem os queimou. Quem se responsabilizará pela população civil que sobreviver, mas que não quiser abandar esta região” – disse a diplomata.

    No domingo (16), as Forças Armadas do Iraque, apoiadas por formações curdas, iniciaram uma ofensiva para libertar Mossul. A cidade é ocupada pelo Daesh desde 2014 e foi proclamada pelo grupo terrorista como capital de seu “califado”, juntamente com a cidade de Raqqa, na Síria.

    Mais:

    Especialista: Turquia acredita que Mossul não pode ser libertada sem ela
    Putin e Erdogan discutem libertação de Mossul
    Exército iraquiano entra em subúrbio de Mossul
    Tags:
    alerta, catástrofe humanitária, catástrofe, Maria Zakharova, Mossul, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik