20:03 22 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Militantes do Daesh na fronteira Síria-Iraque (arquivo)

    Rússia pode ajudar a melhorar relações entre Turquia e Iraque

    © AFP 2019 / ALBARAKA NEWS
    Oriente Médio e África
    URL curta
    0 82
    Nos siga no

    A Rússia pode agir como a mediadora para reduzir as tensões entre a Turquia e o Iraque causadas pela presença de tropas turcas no norte iraquiano, opinou em declarações à Sputnik Aziz Barzani, professor da ciência política da Universidade Salahaddin em Arbil.

    Na terça-feira passada (4) os parlamentares iraquianos protestaram contra a presença de tropas turcas em Bashiqa (perto da cidade de Mossul) e exigiram a adoção de medidas diplomáticas e jurídicas contra Ancara, inclusive a suspensão dos laços econômicos entre os dois países.

    A posição provocou uma reação dura do lado turco, tendo o premiê Binali Yildirim dito que as tropas turcas continuariam presentes em qualquer caso.

    "A Rússia poderia ajudar a neutralizar as tensões entre Bagdá e Ancara relativamente à situação em Bashiqa e intensificar os esforços dos dois países contra o Daesh. A operação de libertação de Mossul, prevista para ser iniciada em breve, enfraquecerá as posições dos terroristas também na Síria, o que é muito importante para a Rússia e para o presidente [sírio] Bashar Assad", disse Barzani.

    O político mencionou também numeroso o exército iraquiano, reforçado por cerca de 800 instrutores militares americanos, que atualmente estão presentes no sul de Mossul, e as forças curdas Peshmerga no norte.

    Na cidade de Mossul viviam mais de 3 milhões de pessoas antes de o controle pela cidade ter sido assumido pelo grupo terrorista Daesh (proibido na Rússia). A maioria da população era árabe sunita, mas na cidade e arredores havia também curdos, cristãos e muçulmanos xiitas.

    Tags:
    mediação, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar