13:47 22 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    Ponto turístico nas Colinas de Golã

    Síria apela à ONU acusando Israel de agressão

    © AFP 2017/ Jalaa Marey
    Oriente Médio e África
    URL curta
    12107832

    O MRE da Síria, depois de mais um incidente nas Colinas de Golã, enviou duas cartas – uma para o secretário-geral da ONU e outra para o Conselho da Segurança, onde apela que façam Israel parar a agressão.

    "A Síria apela ao Conselho da Segurança que faça tudo para punir Israel e fazê-lo parar a agressão e o apoio aos terroristas", cita a agência nacional síria o MRE da Síria.

    Barack Obama e Benjamin Netanyahu
    © AP Photo/ Pablo Martinez Monsivais, foro de arquivo
    O ministério sírio acusou Israel de apoiar os grupos armados na Síria, incluindo a Frente al-Nusra, e chamou as ações da aviação israelense nas Colinas de Golã de "apoio à capacidade de combate dos terroristas".

    A Força Aérea de Israel realizou ataques aéreos contra posições militares sírias nas Colinas de Golã em resposta a um projétil que atingiu o território ocupado pelos israelenses nas Colinas, relatam os militares de Israel. Este é o quarto incidente deste tipo em uma semana.

    Na manhã de terça-feira (13), o exército sírio informou ter abatido um avião militar e um drone israelenses, mas Israel nega a informação.

    Mais:

    Turquia pode esquecer bloqueio de Gaza em troca de ajuda de Israel na questão síria
    Cidade síria próxima a Golã é bombardeada; relatos apontam ataque de Israel ou da al-Nusra
    Israel dispara míssil contra drone vindo da Síria
    Tags:
    abatido, drone, secretário-geral, Conselho de Segurança da ONU, ONU, Ban Ki-moon, Israel, Síria, Colinas de Golã
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik