21:26 25 Outubro 2021
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    Operação militar turca na Síria (51)
    002
    Nos siga no

    Ancara planejava iniciar a operação militar no norte da Síria mais de dois anos atrás, no entanto, ela foi adiada por várias razões, soube a mídia local.

    Segundo o jornal turco Hurriyet, que cita uma fonte militar, primeiramente a operação foi retardada por causa da oposição dos partidários do clérigo Fethullah Gulen no exército e depois por causa da crise nas relações com a Rússia após a derrubada do Su-24 em 24 de novembro de 2015.

    "Estávamos prontos a iniciar uma operação militar na Síria mais de dois anos atrás. Em junho de 2015 a Turquia discutia com os aliados da coalizão, incluindo os EUA, a possibilidade de realizar uma operação terrestre para libertar Jarablus do Daesh. Mas alguns comandantes (próximos de Gulen) alegavam falta de potencial militar para essa operação, e isso foi uma das razões para a adiar", disse a fonte do jornal.

    Segundo a edição, o papel-chave no adiamento da operação foi desempenhado pelo general Semih Terzi, morto durante a tentativa de golpe em 16 de julho.

    Além disso, destaca a edição, o agravamento das relações turco-russas na sequência da derrubada do caça russo tornou a operação impossível:

    "Era impossível realizar os nossos planos por causa da falta da ajuda a partir do ar. Não tivemos essa oportunidade até à aproximação recente com a Rússia", frisou a fonte.

    Ele adicionou que os EUA também não saudaram o início da operação militar em 2015:

    O ministro da Defesa turco Fikri Isik chega para uma reunião na sede da OTAN em Bruxelas, em 14 de junho de 2016
    © AFP 2021 / Virginia Mayo / POOL
    "Durante as nossas discussões com oficiais norte-americanos no ano passado, soubemos que Washington considerava os planos de Ancara irrealizáveis. Seu argumento principal era que o número dos militantes da oposição síria moderada não era suficiente para libertar Jarablus e outras regiões no norte da Síria. Apresentámos uma lista dos combatentes sírios à Casa Branca ainda em março e assegurámos que eles poderiam executar essa tarefa".

    Na quarta-feira (24), o Exército turco iniciou uma operação de libertação da cidade de Jarablus, localizada ao norte da Síria, com apoio da aviação da coalizão internacional. Os militantes do Daesh estão sendo alvejados por aviões turcos. Além disso, os terroristas estão sendo sujeitos a ataques de artilharia. 

    Tema:
    Operação militar turca na Síria (51)

    Mais:

    Chanceleres da França e da Turquia discutem operação turca na Síria
    Ex-chefe da inteligência turca: fui mediador entre Turquia e Síria
    Curdos: militantes da Frente al-Nusra combatem na Síria do lado da Turquia (VÍDEO)
    Tags:
    Rússia, EUA, Síria, Turquia, Fethullah Gulen, operação militar
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar