15:06 23 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    O soldado estadunidense em frente do helicóptero UH-60 Black Hawk em Iraque

    Soldado americano combate no Iraque (VÍDEO)

    © flickr.com/ The U.S. Army
    Oriente Médio e África
    URL curta
    12203268

    Um soldado dos Estados Unidos ensina yazidis a combater o grupo terrorista Daesh (proibido na Rússia).

    Desde o início da semana na região de Sinjar da província síria de Mosul começaram os combates entre grupos armados de yazidis e jihadistas do Daesh.

    De acordo com as informações divulgadas por militares yazidis (uma comunidade étnico-religiosa curda), que estavam protegendo as posições perto da usina de cimento em Sinjar, pelo menos 300 terroristas do Daesh tentaram atingir Tilkessab.

    Em conversa com a Sputnik Árabe, um dos combatentes yazidis declarou que a proteção das posições aconteceu sob direção de militares americanos que estavam ensinando soldados yazidis técnicas de defesa na região elevada.

    "Um militar dos EUA ensinou os nossos soldados, durante os próprios combates com militantes do Daesh, a atacar os terroristas com suas armas," contou o entrevistado.

    Ainda de acordo com ele, o ataque do Daesh foi parado com sucesso e 70 terroristas foram eliminados. Os restantes jihadistas foram obrigados a recuar.

    A agência Sputnik publica um vídeo exclusivo que mostra um militar do exército dos Estados Unidos, que é mais alto que as próprias barricadas de sacos com pedras. Ele atira contra terroristas usando seu fuzil de assalto Kalashnikov, dando ao mesmo tempo instruções a militantes yazidis sobre técnicas de defesa.

    De acordo com o yazidi que falou com a Sputnik, o oficial americano do vídeo faz parte do contingente dos EUA que está no Iraque no âmbito do trabalho da coalizão internacional contra o Daesh, visando executar trabalho de consultoria e ensinar yazidis e forças de Peshmerga.

    É de notar que os habitantes locais de Sinjar passaram em 2014 por um genocídio em massa por parte do Daesh, que tomou o controle da cidade.

    Tags:
    coalizão internacional, Kalashnikov, EUA, Iraque
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik