03:47 24 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    Bombardeiro russo de longo alcance Tu-22M3 (foto de arquivo)

    'Aviação russa voltará ao Irã quando o tempo chegar'

    © flickr.com/ Dmitry Terekhov
    Oriente Médio e África
    URL curta
    1114961

    É muito provável que o Irã permita novamente que a Rússia utilize a base de Hamadã para realizar ataques contra grupos radicais na Síria, pois ambos os países ‘buscam manter relações benéficas’, disse ao Izvestia o ex-comandante da Frota do mar Negro russa, Vladimir Komoedov.

    Segundo ele, as relações russo-iranianas são "estratégicas".

    "É impossível contarmos quantas vezes o Irã nos últimos tempos demonstrou relações muito estreitas com a Rússia. Por exemplo, Teerã permitiu a Rússia de usar o seu espaço aéreo para realizar lançamentos de míseis Kalibr", disse o presidente do Comitê de Defesa da Duma de Estado (câmara baixa do parlamento russo).

    Vale frisar que a Rússia não abandonou o Irã no auge das sanções sofridas pela nação iraniana. Komoedov se referiu a tal período como "tempo morto", no âmbito das relações internacionais do Irã.

    "Temos que manter uma cooperação mutualmente benéfica", notou. "Quanto a assuntos específicos, incluindo a de Hamadã, são questões frágeis. Tudo acontecerá no tempo apropriado ou até mesmo um pouco antes disso".

    A fonte, que mantém relações próximas com os círculos diplomáticos do Irã, disse à Izvestia que as autoridades iranianas não chegaram a um acordo sobre as condições específicas de uso da base de Hamadã pela aviação russa. Este assunto provocou discussões no Irã, relacionadas à violação da Constituição iraniana, que proíbe a instalação de tropas estrangeiras no território da república islâmica.

    Entretanto, o embaixador russo no Irã, Levan Dzhagaryan, disse à agência Tasmin que a presença russa em Hamadã é temporária e a Rússia não planeja se instalar na base definitivamente. O diplomata sublinhou que o mesmo passo pode ser dado no futuro, caso necessário.

    A izvestia acredita que bombardeiros russos irão se instalar no Irã.

    "Aviões russos com certeza voltarão para a base de Hamadã <…>. Pois a Força Aeroespacial russa já usou a base antes e isso não chegou a provocar indignação do Irã", disse o jornal.

    Hoje (24), o presidente do Comitê dos assuntos de segurança nacional e política externa do parlamento iraniano, Alaeddin Boroujerdi, disse que o Irã continua cooperando com a Rússia na luta contra o terrorismo e explicou que a Rússia tem permissão para utilizar a base de Hamadã para reabastecimento de bombardeiros. A aviação russa não tem acesso às outras bases iranianas.

    Mais:

    Irã confirma entrega de sistemas de mísseis antiaéreos russos S-300
    Ministro da Defesa do Irã censura Moscou por divulgar dados sobre uso de Hamadã
    Chancelaria do Irã: Rússia deixa de usar base aérea de Hamadã
    Irã confirma ter recebido totalidade de mísseis russos S-300
    Tags:
    cooperação estratégica, cooperação bilateral, terrorismo, missão, base aérea, aviação, Hamadã, Irã, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik