20:49 30 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Análise
    URL curta
    Brasil e COVID-19 em meados de junho (41)
    271
    Nos siga no

    O comércio varejista no Brasil registrou queda de 16,8% na passagem de março para abril deste ano, segundo dados da Pesquisa Mensal do Comércio (PMC), divulgada nesta terça-feira (16) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

    Essa queda foi a mais intensa em 20 anos, de acordo com o instituto.

    Segundo o economista Ricardo Gennari, especialista em Segurança, Inteligência, Estratégia e Contrainteligência Empresarial, não se pode colocar toda a culpa do resultado ruim da economia brasileira na pandemia da COVID-19.

    "A economia brasileira vem em baixa desde o ano passado. Nós tivemos uma recessão no governo Dilma Rousseff, já no governo Michel Temer houve uma elevação e nós chegamos a um PIB de 2,4% e o ano passado nós chegamos a um PIB de 1,1%, muito baixo para um país como o Brasil, que detém um agronegócio forte", disse à Sputnik Brasil.

    Segundo Gennari, para ocorrer a retomada do crescimento econômico no Brasil é preciso que diversas forças sociais se unam.

    "A retomada da economia só vem se houver um pacto entre governo, iniciativa privada e a sociedade. Se não houver isso e a gente continuar nessa questão política, principalmente, será muito difícil a gente reverter o quadro em pouco tempo", afirmou.

    O economista explicou que resultados baixos na economia acompanhados de uma crise política fazem com que os investidores deixem de aplicar no Brasil e passem a colocar o dinheiro em países vistos como mais "seguros financeiramente".

    "Essa questão política, essa insegurança jurídica, essa insegurança do estado, afugenta o investidor, o mundo hoje tem mais de 6 trilhões de dólares parados e os investidores procuram ganhar dinheiro. O que acontece é que eles procuram lugares mais seguros", disse.

    Ricardo Gennari diz que um dos países que têm substituído o Brasil é a Índia.

    "Hoje eles têm quase um 1,3 bilhão de pessoas e estão conseguindo controlar a COVID-19, então isso mostra que existe um pacto entre sociedade e governo para que realmente o seu país não seja atingido em grandes proporções pela COVID-19", completou.

    As opiniões expressas nesta matéria podem não necessariamente coincidir com as da redação da Sputnik

    Tema:
    Brasil e COVID-19 em meados de junho (41)

    Mais:

    Guedes: Brasil será 'novo país' por volta de 'setembro, outubro, novembro'
    Viajar pelo Brasil é preciso: como reerguer o setor do turismo no pós-pandemia?
    Submisso aos EUA, Brasil só tem a perder se entrar na OCDE e no G7, diz ex-chanceler Celso Amorim
    MP que permite reduções de jornada e salário e suspensão de contratos é aprovada pelo Senado
    Sociedade Brasileira de Pediatria diz que cloroquina não é recomendada para crianças
    Tags:
    desinvestimento, investimento, Brasil, comércio, economia, COVID-19
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar