07:27 05 Dezembro 2020
Ouvir Rádio
    Análise
    URL curta
    Coronavírus se espalha pelo mundo (101)
    5140
    Nos siga no

    A COVID-19 se espalhou de tal forma pelo mundo que não poderá desaparecer sem deixar rasto, como aconteceu com a pneumonia atípica SARS, segundo o virologista russo Aleksandr Lukashev.

    O também diretor do Instituto Russo de Parasitologia Médica, Doenças Tropicais e Transmissíveis da Universidade de Medicina Sechenov, em Moscou, adiantou que o novo coronavírus SARS-CoV-2 provavelmente nunca irá desaparecer, ao contrário do vírus da pneumonia atípica (SARS-CoV), porque já afetou a maioria dos países do mundo, se tornando uma pandemia.

    "Não vai desaparecer pois já se espalhou demasiado e é fácil de transmitir, já estando presente em todos os países do mundo. O mais provável é que este vírus fique conosco para sempre", afirmou o médico à rádio Govorit Moskva.

    O especialista prevê que a doença COVID-19 possa se tornar, contudo, menos perigosa com o tempo.

    A atual pandemia, cujos primeiros casos foram registrados na cidade chinesa de Wuhan no final de 2019, já impactou 178 países até 31 de março, segundo os último dados da Universidade Johns Hopkins, divulgados esta manhã.

    Até hoje já foram infectadas pelo menos 787.010 pessoas, 37.389 faleceram e 166.214 se recuperaram.

    As opiniões expressas nesta matéria podem não necessariamente coincidir com as da redação da Sputnik

    Tema:
    Coronavírus se espalha pelo mundo (101)

    Mais:

    Obesidade dá riscos adicionais aos infectados pelo novo coronavírus, dizem especialistas
    'Não é momento para guerra política', diz líder do Irã sobre sanções dos EUA em meio à COVID-19
    Desinfecção das ruas é um método eficiente no combate à COVID-19?
    Tags:
    COVID-19, pandemia, novo coronavírus
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar