05:16 31 Março 2020
Ouvir Rádio
    Análise
    URL curta
    10227
    Nos siga no

    Turquia está realizando operações militares simultaneamente na Síria e na Líbia. O ex-ministro das Relações Exteriores da Turquia, Yasar Yakis, explica a posição turca na região.

    O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, apoiou o presidente dos EUA, Donald Trump, na defesa dos interesses dos EUA e da OTAN na guerra da Síria para garantir a retirada das tropas americanas. Trump admitiu que as tropas americanas restantes na Síria estão lá exclusivamente para cuidar das reservas de petróleo. Mas o que a Turquia está fazendo atualmente na Síria?

    Para Yasar Yakis, ex-ministro das Relações Exteriores da Turquia, Turquia busca influenciar a situação na Síria e uma posição firme nas negociações sobre o processo de democratização da Síria, observando que o objetivo final da Turquia vai além.

    "A Turquia busca a demissão de Bashar Assad", afirmou Yasar Yakis para Sputnik França.

    Segundo Yasar Yakis, a Turquia espera levar grupos militares de visões moderadas que compartilham a filosofia da Irmandade Muçulmana ao poder na Síria e pretende controlar parte do território do país vizinho.

    "Não sabemos exatamente qual é a estratégia de saída para a crise na Síria, mas no momento estamos falando em criar uma zona a ser controlada pela Turquia ao longo da fronteira Turquia-Síria e permitir que os refugiados se estabeleçam lá. O governo turco irá construir moradias em uma faixa de 30 a 40 quilômetros de extensão ao longo da fronteira entre a Turquia e a Síria", disse o político.

    Quanto à participação da Turquia no conflito na Líbia, o ex-ministro acredita em motivos geopolíticos.

    "A Turquia pode querer matar dois coelhos com uma cajadada só. Primeiramente, busca encontrar um lugar para os militantes jihadistas que foram bloqueados em Idlib. Em segundo lugar, busca usar esses militantes na Líbia para os interesses da Turquia", conclui Yasar Yakis.

    As opiniões expressas nesta matéria podem não necessariamente coincidir com as da redação da Sputnik

    Tags:
    Líbia, análise, Síria, Turquia, Bashar Assad
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar