02:21 11 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Análise
    URL curta
    550
    Nos siga no

    Piloto aposentado da Marinha dos EUA descreveu a atual situação dos militares norte-americanos, ressaltando que eles não estão prontos para uma crise constitucional.

    Ken Harbaugh, ex-piloto da Marinha dos EUA escreveu no The Atlantic que, apesar de ter liderado diversas equipes e ensinado muito durante sua passagem pela Marinha norte-americana, tanto ele quanto todos os outros que lá estavam não receberam qualquer orientação significativa sobre a Constituição, a qual juraram apoiar e defender.

    Durante a maior parte do tempo em que serviu, todos os militares demonstraram falta de entendimento sobre a Constituição e nunca imaginaram ter de escolher entre cumprir ordens ou o juramento e para eles o conceito de desobedecer a uma ordem ilegal era algo apenas teórico.

    Entretanto veio a guerra contra o terrorismo. Prisioneiros eram detidos em segredo, enquanto outros eram enviados para outros países para escapar das leis norte-americanas. Além disso, os militares tinham que utilizar métodos extremos de interrogatório, inclusive tortura.

    O ex-piloto também cita que o atual presidente dos EUA, Donald Trump, desrespeita as leis norte-americanas sem preocupação alguma, ameaçando locais culturais no exterior e apoiando criminosos de guerra. Um fato que marca a declaração é o do tenente Clint Lorance, condenado por um júri militar por ter ordenado que seus soldados matassem civis desarmados. Entretanto, ele foi perdoado por Trump, além de ter sido seu convidado de honra em um evento político.

    Todas as ordens emitidas pelo presidente aos comandantes militares são consideradas como política dos EUA. Mas sendo ilegais e graves, isso não significam que não possam ser contestadas, ressalta.

    Trump mostra que não é confiável, pois fere a Constituição em prol de benefícios próprios. E isso se reflete nas Forças Armadas, que não recebem qualquer instrução sobre os conceitos constitucionais.

    É por isso que os militares norte-americanos não estão aptos para enfrentar uma crise constitucional. Para mudar isso seria necessário que todos recebessem uma versão de bolso da Constituição e instruções básicas sobre sua estrutura, para entender o que de fato significa a Constituição.

    As opiniões expressas nesta matéria podem não necessariamente coincidir com as da redação da Sputnik

    Mais:

    Boeing e Marinha dos EUA testam 'drones' EA-18 Growler
    Marinha dos EUA lamenta atraso nas armas hipersônicas em relação à Rússia e China
    Marinha dos EUA planeja expandir arsenal de armas dos aviões espiões P-8A Poseidon
    Tags:
    militares, crise, constitucional, piloto, Marinha dos EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar