21:20 23 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Torre Milad em Teerã

    Análise: EUA tencionam provocar conflito militar com Irã

    © Sputnik / Vladimir Fedorenko
    Análise
    URL curta
    16420

    As novas ameaças de sanções dos EUA contra o Irã podem provocar a saída de Teerã do Plano de Ação Conjunto Global (JCPOA, na sigla inglês) e um conflito militar, disse Trita Parsi, professor da Universidade de Georgetown.

    Parece que a administração do presidente norte-americano tenciona provocar a retirada do Irã do acordo nuclear, diz o professor Trita Parsi da Universidade de Georgetown e autor do livro "Perdendo um inimigo: Obama, Irã e o Triunfo da Diplomacia" (Losing an Enemy: Obama, Iran, and the Triumph of Diplomacy), em entrevista à Sputnik. 

    "Eles fazem tudo para privar o Irã dos benefícios do acordo. E agora eles, de fato, estão tentando impedir [o Irã] de permanecer no acordo", disse ele. 

    "Logo que o Irã deixe o acordo, provavelmente, [conselheiro de Segurança Nacional do presidente dos EUA] John Bolton vai causar o agravamento do conflito no sentido de uma ação militar", acrescentou o professor Trita Parsi.

    Na noite de sexta-feira (3) O Departamento de Estado anunciou que poderia impor sanções à construção adicional no território da usina nuclear de Bushehr e à exportação de urânio enriquecido do Irã em troca de minério de urânio.

    Além disso, o Departamento de Estado exige que Teerã informe a AIEA sobre "as características militares do programa nuclear existentes no passado". O Irão desmente a sua intenção de desenvolver armas nucleares.

    Mais:

    Irã adverte: um 'acidente' pode provocar guerra com EUA
    Arábia Saudita está pronta para substituir Irã nas exportações de petróleo, diz ministro
    Irã: no caso de confronto com tropas americanas o único responsável será Washington
    Tags:
    Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA), EUA, Irã
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar