05:49 23 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    Soldado com a bandeira da OTAN

    Especialista sobre Brasil na OTAN: europeus não querem proteger um país da América Latina

    © REUTERS / Ints Kalnins
    Análise
    URL curta
    Bolsonaro nos EUA (29)
    9152
    Nos siga no

    Os EUA tencionam criar uma "OTAN global" para garantir apoio à sua política a nível mundial, acredita Pierre-Emmanuel Thomann, chefe do centro dos estudos geopolíticos Eurocontinent.

    Ele comentou à Sputnik a declaração do presidente dos EUA, Donald Trump, que admitiu a possibilidade de "incluir o Brasil como um grande aliado extra-OTAN, ou até mesmo começar a cogitar sua integração na OTAN".

    Esse status permitiria ao Brasil efetuar desenvolvimentos e pesquisas conjuntas com o Pentágono, participar de programas antiterroristas e de treinamentos conjuntos de militares, exportar equipamento espacial e assim por diante.

    "Tradicionalmente os EUA tentam fazer com que a OTAN se torne um bloco militar e político global, cujos membros apoiem a política e as prioridades dos EUA a nível mundial", notou o especialista.

    "Porém, os membros europeus da aliança, por seu lado, sempre demonstraram contenção relativamente a serem envolvidos nos interesses geopolíticos dos EUA em outras regiões do mundo, considerando que a OTAN visa garantir a segurança na Europa", adicionou.

    O analista recordou que, não obstante os países da OTAN, sob pressão de Washington, terem concordado com o envolvimento da aliança no conflito na Líbia, inicialmente eles não apoiavam essa necessidade.

    "A questão da adesão do Brasil à OTAN não está na agenda. Os europeus não vão querer serem envolvidos na proteção de um país na América Latina, especialmente no contexto geopolítico atual", ressaltou Thomann.

    As opiniões expressas nesta matéria podem não necessariamente coincidir com as da redação da Sputnik

    Tema:
    Bolsonaro nos EUA (29)

    Mais:

    Ex-embaixador nos EUA critica aceno de Trump pela entrada do Brasil na OTAN e na OCDE
    Análise: Brasil poderia se tornar 'vigilante' dos EUA na América Latina
    Senador russo: Brasil na OTAN seria aliado dos EUA contra esquerda no continente americano
    Tags:
    adesão à OTAN, parceiro, Jair Bolsonaro, Donald Trump, Europa, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar