10:46 18 Junho 2019
Ouvir Rádio
    Policiais em Jammu e Caxemira, Índia

    Há uma '3ª força' incitando conflito entre Índia e Paquistão, afirma especialista

    © REUTERS / Danish Ismail
    Análise
    URL curta
    Escalada de tensões entre Índia e Paquistão (11)
    23920

    Jatos Su-30 e F-16 se envolveram em um verdadeiro combate aéreo na fronteira entre a Índia e o Paquistão, o que representa o pior dos cenários, afirma o especialista militar Aleksandr Zhilin.

    Os pilotos paquistaneses, voando em caças F-16 americanos, entraram em confronto com militares indianos em aviões Su-30MK na aérea fronteiriça.

    Um total de 32 aviões de combate foi colocado em prontidão nos dois países. O Paquistão usou oito caças F-16, bem como quatro Mirage-3 franceses e o mesmo número de JF-17 Thunders sino-paquistaneses. Enquanto os militares indianos pilotaram quatro caças Su, dois Mirage 2000 e dois aviões MiG-21, informou o canal NDTV.

    Para o analista, os aviões de combate paquistaneses lançaram várias bombas guiadas a laser e quase destruíram vários alvos militares na linha de controle da Caxemira.

    Em entrevista ao serviço russo da Rádio Sputnik, o coronel Aleksandr Zhilin, especialista militar aposentado, acredita que o conflito é alimentado por uma "terceira força".

    "O conflito entre a Índia e o Paquistão está infelizmente se desenvolvendo segundo o pior dos cenários. A escalada [de tensões] continua, e cada lado tenta responder da forma mais dura possível", afirmou.

    "No meu entender, a 'terceira força' que organizou tudo isso [que para mim é óbvia] utiliza com muita maestria as peculiaridades políticas de cada um dos países. O principal agora é acalmar este conflito. É evidente que nem a Índia nem o Paquistão estão interessados numa guerra em grande escala. Mas a terceira força que está jogando lenha no conflito parece estar interessada", complementou Zhilin.

    As relações entre os dois países se deterioraram em 14 de fevereiro, quando 45 policiais paramilitares indianos foram mortos na Caxemira por um grupo militante paquistanês durante uma explosão.

    Na noite de 26 de Fevereiro, aviões indianos atacaram a base de Jaish-e-Mohammed, na região de Caxemira (no Paquistão), alegando que era um campo terrorista. Tal alegação dos indianos foi desmentida por Islamabad. Em seguida, o Paquistão informou que seus militares derrubaram dois aviões indianos e prenderam dois pilotos. Enquanto, a Índia declarou que os militares indianos perderam apenas um avião, um MiG-21, e que conseguiram abater um caça paquistanês.

    Tema:
    Escalada de tensões entre Índia e Paquistão (11)

    Mais:

    Escalada da tensão: consequências do conflito entre Índia e Paquistão
    Tensão entre Índia e Paquistão resulta em ataques aéreos
    Tensão na Caxemira: Paquistão acusa Índia de violar espaço aéreo e lançar 'carga útil'
    Tags:
    conflito, Su-30MKI, F-16, Su-30, Caxemira, Paquistão, Índia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar