18:34 22 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Caça multifuncional de quinta geração Su-57 comemorando a Grande Vitória

    Caça Su-57 russo será uma das 'máquinas mais potentes do mundo'

    © Sputnik / Grigory Sysoev
    Análise
    URL curta
    8231

    A mídia norte-americana analisou as capacidades do caça russo Su-57 e do norte-americano F-35 norte-americano. O especialista militar Mikhail Khodarenok, na entrevista ao serviço russo da Rádio Sputnik, comentou esta comparação.

    Conforme a revista Military Watch, os aviões são muito diferentes. Em particular, o produto da companhia Lockheed Martin é um avião leve com pouca manobrabilidade. Por sua vez, o caça russo é um aparelho pesado e destinado a conquistar a supremacia aérea. Para além disso, é mais apto para combates aéreos.

    O analista militar Mikhail Khodarenok, na entrevista ao serviço russo da Rádio Sputnik, disse que ainda é cedo para comparar os caças.

    "Pode-se comparar os caças somente de forma condicional. As características exatas do F-35 ainda são desconhecidas, incluindo no que se refere à visibilidade para os radares. E nós ainda temos que trabalhar muito no Su-57, atualmente nele ainda não foi instalado o motor que corresponde a um caça da quinta geração. As questões da eficácia dos sistemas só ficarão totalmente esclarecidas com a participação dos aviões em ações reais de combate, por enquanto são tudo questões teóricas. Só ações reais permitirão dar resposta às principais perguntas. Antes disso, quaisquer comparações só são verdadeiras parcialmente. Em geral, acho que ele [o Su-57] é um dos nossos projetos mais bem-sucedidos. E quando for levado até o fim, tudo o que se refere ao motor, armamento, etc. — será uma das máquinas mais potentes do mundo", resumiu Khodarenok.

    Mais:

    EUA acreditam que caça russo Su-57 tem um 'trunfo na manga', diz mídia
    Duelo aéreo: caça Su-57 russo vs. F-35 norte-americano
    Piloto aponta tecnologias inovadoras do caça Su-57 guardadas em segredo
    Tags:
    avião, caça, Su-57, F-35, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik