01:23 25 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    Deslocação do complexo antimíssil S-400 durante treinamentos na região de Moscou

    'Parem de gritar': Turquia põe os pingos nos is no assunto sobre S-400

    © Sputnik/ Grigoriy Sisoev
    Opinião
    URL curta
    153109334

    Os norte-americanos expressaram preocupações com a compra dos sistemas russos S-400 pela Turquia, ao invés de armamentos dos EUA. O presidente turco, por sua vez, não hesitou, afirmando "somos donos da nossa casa". Analista da Sputnik, Kirill Bakeev, comentou o assunto, explicando o porquê das preocupações de Washington.

    Para iniciar, o autor do artigo lembra uma frase que supostamente foi dita pelo famoso gângster do século XX, Al Capone, que diz o seguinte: Você consegue muito mais com sua palavra amável e um revólver do que somente com uma palavra amável.

    Segundo Kirill Bakeev, ela descreve perfeitamente a situação em torno da compra dos S-400 e das "preocupações" dos EUA por causa disso. A ideia é que uma vantagem dá mais liberdade do que a falta desta. No caso da Turquia esta vantagem é o sistema de defesa antiaérea S-400 recém-adquirido, afirmou o analista para o serviço russo da Rádio Sputnik. No entanto, sublinhou, que este é um sistema de defesa e não de ataque.

    Comentando o contrato, o Pentágono disse que seria melhor para Turquia comprar um sistema de defesa antiaérea que pudesse ser integrado ao da OTAN. O analista acredita que esta afirmação não é nada surpreendente, pois os norte-americanos não admitem concorrência na área armamentista. Especialmente na esfera de influência dos EUA, ou seja, na OTAN.

    O presidente turco Recep Tayyip Erdogan, por sua vez, lembrou que anteriormente os EUA tinham recusado fornecer à Turquia drones de combate, por isso o país teve que desenvolver seus próprios drones. Isso também "preocupou" Washington, lembra o analista.

    Em um discurso perante prefeitos turcos em Ancara, Erdogan não poupou expressões:

    "Eles começaram a gritar, quando concordamos em comprar os S-400. Deveríamos ficar esperando por vocês [EUA]? Tomamos nossas próprias medidas e continuaremos tomando-as. Somos donos da nossa casa".

    O sistema de defesa antiaérea S-400 Triumph permite destruir quase todos os objetos aéreos, incluindo aviões e mísseis balísticos. Por isso, logo que comecem a funcionar, os EUA não poderão ameaçar a Turquia com seus mísseis táticos e porta-aviões, frisa Kirill Bakeev. A Turquia, por sua vez, terá mais liberdade tanto no âmbito da OTAN, como no diálogo com Washington.

    Mais anteriormente, foi divulgado que Ancara e Moscou concluíram acordo de compra de mísseis S-400, negociado durante vários meses. Além disso, o líder turco havia comunicado que a Turquia já fez o primeiro depósito para a compra dos sistemas russos S-400.

    Mais:

    Opinião: história com F-35 na Bélgica mostra que EUA não têm aliados na OTAN
    EUA enviam mais 2 bombardeiros estratégicos para 'proteger' Europa
    Tags:
    preocupação, armamentos, aquisição, S-400 Triumph, ONU, Pentágono, Recep Tayyip Erdogan, Rússia, EUA, Turquia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik