04:14 24 Setembro 2018
Ouvir Rádio
    Kim Jong-un com militares norte-coreanos

    Coreia do Norte 'não tem tecnologias militares originais e não pode tê-las'

    © REUTERS / KCNA
    Análise
    URL curta
    22615

    O Departamento de Defesa dos Estados Unidos detectou níveis altamente incomuns de atividade submarina da Coreia do Norte poucos dias depois de Pyongyang ter lançado um míssil balístico intercontinental.

    O Pentágono descobriu níveis "sem precedentes" de atividade do submarino da Coreia do Norte juntamente com a evidência de um teste de ejeção de míssil que foi realizado no estaleiro naval Sinpo Naval, informou a CNN na segunda-feira (31) citando um funcionário da Defesa dos EUA.

    Aleksei Podberezkin, diretor do Centro de Pesquisas Políticas e Militares da Universidade Estatal de Relações Internacionais de Moscou, comentou a situação ao serviço russo da Rádio Sputnik.

    O especialista sublinha que agora nenhum sistema de mísseis da Coreia do Norte é capaz de representar uma ameaça séria para os EUA. Em teoria, dentro de 2 ou 3 anos, um míssil norte-coreano poderia atingir os EUA, mas agora só há especulações artificiais que os EUA usam para endurecer as sanções.

    "Sim, é verdade que a Coreia do Norte tem a maior frota de submarinos na região. A quantidade deles é maior do que a da Rússia, dos EUA, da China e do Japão na região. Mas outra questão é a qualidade destes submarinos e que eles podem ser rapidamente eliminados", disse o especialista.

    Segundo Podberezkin, as armas da Coreia do Norte não são realmente eficazes, e os EUA exageram os motivos para sancionar mais fortemente a Coreia e isolá-la, para depois usar a força militar em condições isentas de perigo.

    "A Coreia do Norte não tem tecnologias militares únicas e não pode tê-las. Na realidade, apenas 3 a 5 países no mundo podem ter tecnologias militares originais. Mais do que isso, apenas em determinadas áreas. Apenas os grandes países podem desenvolver tecnologias militares", concluiu o especialista, dizendo que no mundo agora nesse sentido lideram os EUA.

    Mais:

    China: Coreia do Norte e EUA são os responsáveis pela situação na região
    Para que Coreia do Norte recorre à demonstração de força?
    Representante dos EUA na ONU: tempo para negociar sobre Coreia do Norte 'acabou'
    Tags:
    submarinos, tecnologia, armas, mísseis, Coreia do Norte, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik