00:42 14 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Drone mostra bairros de Aleppo libertados dos rebeldes armados

    Opinião: valas comuns em Aleppo confirmaram que Daesh e a oposição são iguais

    © Sputnik.
    Opinião
    URL curta
    5150

    As valas comuns de vítimas das torturas em Aleppo confirmam não haver diferença entre a assim chamada oposição e os terroristas do Daesh, declarou aos jornalistas nesta segunda-feira o vice-presidente do comitê de defesa e segurança do Senado russo, Frans Kintsevich.

    Mais cedo, o porta-voz do ministério da Defesa russo, major-general Igor Konashenkov revelou que, em Aleppo, foram encontradas covas coletivas com dezenas de vítimas de tortura e execução. 

    "As valas comuns descobertas em Aleppo, com sírios que foram submetidos à torturas monstruosas, são mais uma prova incontestável de que não há diferença alguma entre a assim chamada oposição e os terroristas do Daesh. Mais cedo ou mais tarde, o Ocidente terá de reconhecer isso", disse o senador russo. 

    Segundo ele, o radicalismo islâmico chegou ao seu extremo. "Nunca vi nada igual, mesmo durante a guerra do Afeganistão, apesar dos mujahedins não serem conhecidos por cuidado com seus oponentes. Mas com eles era possível manter algum diálogo, chegar ao acordo", disse o político. 

    "Hoje, os discípulos de sua causa reconhecem somente um único argumento — a força", concluiu Klintsevich.

    Mais:

    Residentes de Aleppo relatam experiências vividas durante a ocupação terrorista
    Terroristas atacam com morteiros corredor humanitário em Aleppo
    Comissão da ONU: Frente al-Nusra e Ahrar al-Sham impediam civis de deixar Aleppo
    Militantes em Aleppo atacaram civis com gás mostarda, dizem especialistas militares russos
    Tags:
    covas coletivas, oposição moderada, Daesh, Frans Klintsevich, Aleppo, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik