18:49 16 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Elon Musk

    Especialista: planos sobre Marte de Elon Musk são jogadas de marketing

    © AP Photo/ Ringo H.W. Chiu
    Opinião
    URL curta
    114

    O fundador da empresa espacial SpaceX, Elon Musk, apresentou esta semana um plano de voo tripulado a Marte e de povoamento do planeta.

    Ele falou da intenção de realizar o primeiro voo tripulado a Marte durante os próximos seis anos usando naves gigantes que transportarão centenas de pessoas. O preço de um bilhete a Marte será de apenas 200 mil dólares.

    Estes planos serão reais ou isto será uma nova "bolha" no mercado de alta tecnologia? O especialista militar russo Vasily Kashin comenta a situação à Sputnik China. O especialista acredita que os planos são uma jogada de marketing para expulsar os concorrentes do mercado.

    Ilustração mostrando projeto de base em Marte – Mars One
    © Foto: Mars One - Human Settlement of Mars
    Leia a opinião dele apresentada pela agência Sputnik China.

    ***

    Musk apresentou seu projeto não em uma reunião de fãs de ficção científica, mas no congresso internacional sobre astronáutica. Enquanto isso, o único programa para uma missão tripulada a outro corpo celeste que já tenha sido realizada pela humanidade foi o programa "Apollo", que custou mais de $ 200 bilhões (R$ 646 bilhões) em preços de hoje.

    No âmbito do programa para a Lua, foram enviadas apenas algumas naves espaciais relativamente simples, cada uma com tripulação de duas pessoas, sem qualquer tentativa de fazer colonização. Foi um enorme esforço que exigiu o trabalho de todas as forças dos Estados Unidos, tanto em termos financeiros, como em termos científicos e tecnológicos, com o objetivo de restaurar a reputação dos Estados Unidos como líder mundial em tecnologia, que tinha sido manchada pelo lançamento do satélite soviético e pelo voo de Gagarin.

    O que se mudou em comparação com aquele tempo? A escala de economia cresceu, consequentemente, também as possibilidades do orçamento (nos EUA ele aumentou em termos reais em cinco vezes). Surgiu uma série de novas tecnologias. Várias vezes se reduziu o custo de transporte de cargas para a órbita da Terra. No entanto, a diminuição dos preços não foi radical. O progresso no campo da construção de foguetes não é radical. O transporte de um quilograma de carga para a órbita baixa da Terra custa alguns milhares de dólares.

    É óbvio que mesmo uma missão tripulada simples a Marte, com pouso por um curto prazo de dois homens e seu retorno a Terra, será uma missão muitas vezes mais complexa do que um voo para a Lua.

    Musk fala mesmo de "colonização" e da criação de bases relativamente autônomas em Marte. Isto significa que no planeta deverá ser implantada não apenas uma produção de combustíveis de pleno ciclo, mas também a de alimentos e medicamentos, ou seja, uma economia industrial em miniatura. É claro, a reação do corpo humano à longa permanência em Marte também representa um problema científico complicado <…>.

    Os índices financeiros da empresa SpaceX não são transparentes, porque ela é uma entidade privada e não pública. Os dados disponíveis sugerem que a sobrevivência da SpaceX depende de dois fatores: o empolamento de estimativas do valor próprio, o que permite atrair capital em condições favoráveis, e o recebimento de contratos governamentais via organizações como NASA e o Pentágono. <…> Ao mesmo tempo, Musk não tenciona mover sua companhia para regime OPI (IPO, do inglês Initial Public Offering), o que exige divulgar todos os índices financeiros da empresa no futuro próximo.

    Podemos supor que o modelo (de Musk) assume a manutenção de preços artificialmente baixos durante um longo tempo para desalojar os concorrentes do mercado (porque a SpaceX oferece preços baixos em comparação com outras empresas semelhantes). <…>. Tal estratégia pode funcionar durante um prazo indefinidamente longo, e a principal condição para seu sucesso é garantir o interesse público e uma atitude da mídia favorável. Em tais circunstâncias, anúncios sobre missões tripuladas a Marte é uma estratégia racional.

    Mais:

    NASA felicita SpaceX pela aterrissagem bem sucedida do primeiro estágio do Falcon 9
    SpaceX pretende enviar sua primeira nave espacial a Marte em 2018
    Pentágono: SpaceX lançará satélite GPS 3
    Tags:
    voo, satélite, SpaceX, Pentágono, NASA, Elon Musk, Espaço, Marte, União Soviética, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik