09:01 29 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Análise
    URL curta
    303
    Nos siga no

    O cartunista Ique (Victor Henrique Woitschach), autor de várias publicações sobre temas políticos em órgãos de grande circulação no país, acredita que o resultado da votação do relatório sobre processo de impeachment de Dilma Rousseff na Comissão Especial do Senado não gerou surpresas.

    “O relatório do Senador Antonio Anastasia é uma peça técnica, muito bem elaborada e com total clareza sobre os temas apresentados, nos quais ficaram bem evidentes para os Senadores as razões pelas quais a Presidente Dilma Rousseff está sendo acusada de cometer crime de responsabilidade. Para mim, não foi surpresa o conteúdo redigido pelo Senador assim como, acredito, não tenha sido surpresa alguma para os Senadores que tomaram conhecimento do relatório" – revelou Ique em comentário exclusivo à Sputnik.

    Para o cartunista, o texto apresentado por Anastasia, favorável ao impeachment, não foi determinante no resultado da votação.

    "Da mesma forma, não acredito que o Senador Antonio Anastasia tenha influenciado na decisão de qualquer colega. Simplesmente, os Senadores votaram de acordo com as suas opiniões que já estavam tomadas há algum tempo. Pode ser que, em um outro aspecto, o Senador Antonio Anastasia tenha colaborado para fortalecer determinadas posições mas, no geral, os votos já estavam definidos" – explicou Ique.

    O parecer da comissão será lido no Senado na próxima segunda-feira (9). Em seguida, respeitado o prazo de 48h a partir da leitura, o processo será encaminhado à votação no plenário da Casa, marcada para quarta-feira (11).

    A partir de então, caso o plenário aprovar o relatório, Dilma será afastada por 180 dias e o vice Michel Temer assumirá a presidência.

    As opiniões expressas nesta matéria podem não necessariamente coincidir com as da redação da Sputnik

    Tags:
    opinião, impeachment, Senado, Ique
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar