16:36 17 Julho 2018
Ouvir Rádio
    Imagem do local do acidente com o avião que transportava a equipe da Chapecoense

    Prefeito de Chapecó viajaria com a Chape mas ficou em São Paulo e escapou da tragédia

    Raul ARBOLEDA / AFP
    Notícias
    URL curta
    Queda do avião com Chapecoense (73)
    101

    Luciano Buligon, prefeito de Chapecó, que viajaria no mesmo voo para Medellín na Colômbia, onde assistiria à primeira partida da final da Copa Sul-Americana, entre Atlético Nacional e Chapecoense, permaneceu em São Paulo e escapou da tragédia.

    A Prefeitura de Chapecó informa que Luciano Buligon, convidado a acompanhar a delegação, não embarcou, permanecendo em São Paulo, de onde viajaria em voo comercial durante o dia desta terça-feira, para ir assistir ao jogo da Chapecoense contra o Atlético Nacional, da Colômbia.

    O Prefeito Luciano Buligon decretou luto oficial de 30 dias em homenagem às vítimas da tragédia aérea com a delegação da Chapecoense. Estão suspensos as atividades escolares e o funcionamento da maior parte dos órgãos da municipalidade de Chapecó. Estão cancelados todos os eventos oficiais de Natal e Ano Novo.

    Acompanhe em tempo real os acontecimentos da tragédia com a Sputnik.

    Tema:
    Queda do avião com Chapecoense (73)

    Mais:

    Especialista explica prováveis razões da tragédia da Chapecoense
    Ministra Cármen Lúcia presta solidariedade às famílias das vítimas do voo da Chapecoense
    Anac se pronuncia sobre acidente de avião com equipe Chapecoense
    Tags:
    acidente aéreo, queda, avião, Chapecoense, Medellín, Colômbia, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik