23:57 18 Junho 2018
Ouvir Rádio
    Leonardo Picciani
    Roberto Castro/ME

    Picciani reafirma que segurança nos Jogos é eficiente e assalto a nadadores foi fatalidade

    Notícias
    URL curta
    Detenções durante Rio 2016 (18)
    830

    A Polícia Civil do Rio abriu inquérito sobre o assalto aos quatro atletas americanos da natação, entre eles o medalhista olímpico Ryan Lochte, na Zona Sul do Rio. Após polêmica, o caso foi comentado pelo Ministro do Esporte, Leonardo Picciani que disse que o caso foi uma fatalidade como parte da violência urbana das grandes cidades.

    Ao conversar com a imprensa durante evento na Casa Brasil, no Boulevard Olímpico, Picciani reafirmou que a segurança nos Jogos Rio 2016 é eficiente e que o caso envolvendo os atletas foi um incidente.

    "Nós não tivemos nenhum incidente ligado  aos atletas, nos traslados, nos locais de competição, nos locais de treino, na Vila Olímpica. O que nós tivemos infelizmente foi um incidente da violência urbana, que infelizmente existe no Rio de Janeiro como existe em outras grandes cidades do mundo."

    O Comitê Olímpico dos Estados Unidos confirmou o assalto aos atletas. Na noite deste domingo (14), Ryan Lochte  e um dos nadadores prestaram depoimento na Delegacia de Atendimento ao Turista (Deat), no Leblon, mas disse que estava alcoolizado e não lembra de detalhes do assalto. Investigadores da Deat também foram à Vila Olímpica obter mais informações sobre o crime.

    Para a emissora americana NBC, o medalhista olímpico contou que estava com outros três nadadores e que homens se passando por policiais com distintivos, pararam o táxi onde estavam e apontaram uma arma para eles. Os homens levaram dinheiro e a carteira do atleta, mas deixaram a sua credencial e o celular.

    Nesta segunda-feira (15), a Polícia analisa imagens de câmeras de segurança do posto de gasolina, na Zona Sul onde os atletas pegaram o táxi e do trajeto até a Vila Olímpica, na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio. Os os outros dois nadadores envolvidos no caso também serão ouvidos pela Polícia. 

    Tema:
    Detenções durante Rio 2016 (18)
    Tags:
    Jogos Rio 2016, investigações, assalto, natação, atletas, Ministério do Esporte, Polícia Civil, Leonado Picciani, Ryan Lochte, Rio de Janeiro, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik