00:34 19 Julho 2019
Ouvir Rádio
    Soldados ucranianos e americanos durante treinamentos em Yavoriv

    Ucrânia fica sem nenhuma chance de aderir à OTAN

    © AFP 2019 / YURIY DYACHYSHYN
    Notícias
    URL curta
    10163

    O ex-chefe do Serviço de Segurança da Ucrânia (SBU, na sigla em ucraniano), Igor Smeshko, tem certeza de que, a curto prazo, o país não fará parte da OTAN.

    A declaração respectiva foi feita durante o programa “Svoboda Slova” ("Liberdade de Expressão") do canal televisivo ICVT, informou a agência ucraniana de notícias UNN.

    “Na atual situação militar e política, devemos esquecer que podemos bater na porta da OTAN e esperar sermos aceites”, disse o ex-agente de segurança ao falar sobre a próxima cúpula da aliança na Polônia.

    “Infelizmente, a Ucrânia era a última sonhadora da Europa. Realmente achávamos que afinal faríamos parte da comunidade euro-atlântica. Lamentavelmente, perdemos essa oportunidade. Hoje as perspectivas de adesão à OTAN são muito fracas. No momento elas não existem e temos que compreender isso”, acrescentou Smeshko, que chefiou o Serviço de Segurança da Ucrânia nos anos 2003-2005.

    Antes o secretário-geral da OTAN Jens Stoltenberg anunciou que os ministros de Defesa dos países-integrantes da aliança aprovaram um pacote de ajuda à Ucrânia, que prevê apoio na criação de estruturas eficientes na área de segurança.

    Em dezembro de 2014 a Suprema Rada (parlamento da Ucrânia) introduziu alterações a duas leis, desistindo do estatuto de país não-alinhado. A nova doutrina militar pressupõe o restabelecimento da linha política de adesão à OTAN: até 2020 Kiev deve assegurar a plena compatibilidade do seu exército com as forças dos países-membros da aliança.

    Em meados de dezembro de 2015, durante a visita do presidente Pyotr Poroshenko a Bruxelas, foi assinado um roteiro para a cooperação técnico-militar entre a Ucrânia e a OTAN.

    Mais:

    Intervenção da OTAN na Ucrânia: futuro imaginário ou real?
    Será que OTAN vai fornecer armas à Ucrânia?
    Programas militares entre países da OTAN e Ucrânia preocupam Rússia
    Tags:
    nova doutrina militar da Ucrânia, adesão, Ucrânia, Cúpula da OTAN, Serviço de Segurança da Ucrânia (SBU), Suprema Rada, OTAN, Jens Stoltenberg, Pyotr Poroshenko, Bruxelas, Polônia, Ucrânia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar