13:06 22 Abril 2019
Ouvir Rádio
    Mikhail Kalashnikov, criador dos rifles de assalto AK-47 que levam seu nome.

    Consórcio Kalashnikov reverte prejuízo e lucra US$ 26,4 milhões em 2015

    © AP Photo / Vladimir Vyatkin
    Notícias
    URL curta
    141

    O Consórcio Kalashnikov registrou crescimento de 54,7% na receita de 2015, de 5,3 bilhões de rublos (US$ 66,6 milhões) em 2014 para 8,2 bilhões de rublos (US$ 103,1 milhões) no ano passado. O lucro líquido no período contabilizou 2,1 bilhões de rublos (US$ 26,4 milhões), revertendo o prejuízo de 340 milhões (US$ 4,2 milhões) no ano anterior.

    O consórcio, pertencente ao conglomerado Rostec – corporação estatal da Federação da Rússia que desenvolve, fabrica e exporta produtos industriais de alta tecnologia para o uso civil e militar – totalizou 1,2 bilhão de rublos (US$ 15 milhões) em ganhos com vendas realizadas em 2015. O Ebitda (lucro antes da incidência de juros, impostos, depreciação e amortização) da companhia ficou em 3 bilhões de rublos (US$ 37,7 milhões), cifra 3,1 bilhões de rublos (US$ 38,9 milhões) maior frente ao prejuízo registrado em 2014. Já o patrimônio líquido cresceu 65,2%, passando de 4,6 bilhões de rublos (US$ 57,8 milhões) para 7,6 bilhões de rublos (US$ 95,5 milhões) no ano passado.

    "O considerável avanço registrado nos indicadores financeiros de 2015 foi conquistado graças à execução de uma série de atividades complexas para incrementar a eficiência de todos os processos de produção e negócios da companhia”, destaca Aleksei Krivoruchko, diretor-geral da Kalashnikov. "As melhorias no sistema de produção permitirão que durante os próximos dois ou três anos a empresa aprimore ainda mais sua rentabilidade. O processo irá incrementar a eficácia produtiva, reduzindo em pelo menos 20% os gastos, além de elevar a qualidade dos produtos."

    O aumento dos níveis de produção em 2015 foi de 158%, e os ganhos com produtividade avançaram 139%, alcançando 1,8 milhão de rublos (US$ 22,6 mil) por funcionário. Em 2015, graças à execução de um programa complexo dirigido ao aumento da eficiência do sistema de produção, a companhia conseguiu elevar a média salarial em 21% em relação a 2014, atingindo 33.100 rublos.

    O conglomerado estatal russo Rostec detém 51% de participação no Consórcio Kalashnikov, enquanto o restante (49%) está nas mãos de investidores privados.

    Mais:

    Para Zeman, tchecos podem usar Kalashnikov para se livrar do premiê
    Tags:
    tecnologia militar, rifle, economia, Consórcio Kalashnikov, Rostec, Alexei Krivoruchko, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar