13:56 17 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Barack Obama, presidente dos EUA

    Obama se encontrará com o presidente do Conselho Europeu

    © AP Photo/ Charles Dharapak
    Notícias
    URL curta
    0 11

    O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, se reunirá no mês que vem com o presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, para falar sobre questões envolvendo a Rússia e a crise ucraniana, entre outras coisas, informou hoje o porta-voz da Casa Branca, Josh Earnest.

    Segundo o comunicado emitido por Earnest, o encontro entre as duas autoridades deverá acontecer no próximo dia 9, na própria sede do governo norte-americano. “Eles discutirão diversos assuntos, incluindo a situação na Ucrânia, a Rússia, o crescimento econômico, o acordo de Parceria Transatlântica de Comércio e Investimento, a segurança energética, o clima e o combate ao extremismo violento e ao terrorismo”, diz a nota.  

    Nesta sexta-feira, Donald Tusk está realizando uma reunião com líderes da União Europeia para definir os próximos passos do bloco em resposta às violações do cessar-fogo no Leste da Ucrânia, apesar da relativa melhora no cenário geral dos conflitos, principalmente após o cumprimento, pelos rebeldes de Donbass, de boa parte dos itens acordados em Minsk há duas semanas.  

    Sobre esse assunto, o líder da autoproclamada República Popular de Donetsk, Aleksandr Zakharchenko, disse hoje que só iria informar o local exato onde o seu exército está colocando as armas pesadas retiradas da linha de contato com as tropas de Kiev depois que as forças do governo ucraniano fizessem o mesmo. No entanto, as Forças Armadas da Ucrânia já disseram que não fornecerão esse tipo de informação. 

    Até o momento, os separatistas das regiões de Donetsk e Lugansk já retiraram, respectivamente, mais de 90% e mais de 70% de suas armas pesadas da linha de frente, tendo iniciado suas operações de retirada há vários dias, sob controle da missão da Organização para a Segurança e Cooperação da Europa (OSCE) e com a presença de jornalistas. Por outro lado, embora Kiev tenha anunciado ontem o início de sua retirada, o governo de Lugansk denunciou hoje que os militares ucranianos continuam reforçando suas posições no oeste da região. 


    Tags:
    Conselho Europeu, OSCE, Josh Earnest, Donald Tusk, Aleksandr Zakharchenko, Barack Obama, Lugansk, Minsk, Kiev, Donetsk, Europa, Donbass, EUA, Ucrânia, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik