Homens correm para vota assim que os portões de um colégio eleitoral se abriram na favela da Rocinha, no Rio de Janeiro, durante as eleições de 2014.

O que o brasileiro mais comentou na internet durante o 1º turno?

© AP Photo / Silvia Izquierdo
Notícias
URL curta
220

A internet passou o dia refletindo a ansiedade dos brasileiros com as eleições de 2018. A expectativa misturou bom humor com militância, adiantando um pouco do que deve ser o ambiente virtual brasileiro até o segundo turno.

O dia começou com o termo #ViraViraCIRO liderando as menções no Twitter no Brasil e no Mundo, seguido de perto pelo #17Neles.

​Perto do fim da votação, o tom mudou e muita gente começou a falar sobre fraude nas urnas devido a vídeos que circularam nas redes sociais mostrando urnas com supostos defeitos. Mais tarde o TSE se declarou afirmando que não houve nenhum caso de fraude comprovado durante o pleito do domingo (7).

O TRE-MG chegou a publicar um vídeo para desmentir uma suposta fraude.

A partir do momento em que os resultados das apurações começaram a mostrar que Jair Bolsonaro vencia a disputa de 1º turno, os internautas contrários ao candidato do PSL começaram a falar até #FicaTemer, que passou horas entre os assuntos mais comentados no Brasil.

​temer perdoa todos os "fora temer", eu queria você fora de Brasília e dentro do meu coração #FicaTemer pic.twitter.com/4avylCWJue

Ao final da apuração, com quase 1 milhão de menções no Twitter, a hashtag #Haddad estava entre as mais comentadas no Mundo. No Brasil, a reação vinha com o termo "PT Não", com cerca de 320 mil menções, mostrando que as coisas vão continuar bem disputadas até o segundo turno.

Mais:

Com vitórias em 17 estados, Bolsonaro só perde no Nordeste
Bolsonaro e Ciro Gomes são os mais votados no exterior
Eleições 2018: números das urnas apontam vitória de Bolsonaro em Lisboa
Votações pacíficas deslegitimam suspeição levantada por Bolsonaro, acredita professor
Mulheres marcham contra Bolsonaro
Tags:
eleições 2018, TSE, TRE-MG, Jair Bolsonaro, Michel Temer, Fernando Haddad, Brasil
Padrões da comunidadeDiscussão
Comentar no FacebookComentar na Sputnik