20:15 26 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Mundo insólito
    URL curta
    64818
    Nos siga no

    Cineasta investigativo Jeremy Corbell divulgou novas imagens feitas alegadamente a bordo do navio de guerra USS Omaha da Marinha dos EUA, mostrando o encontro próximo com um "OVNI flutuante".

    A gravação mostra o objeto, descrito como um "veículo multiambiente esférico", ou seja, capaz de se deslocar através do ar e da água, pairando e desaparecendo nas águas no oceano Pacífico. O vídeo foi compartilhado por Corbell nesta sexta-feira (14) no portal Mystery Wire.

    A esfera, de aproximadamente dois metros de diâmetro, teria se deslocado por cerca de uma hora ao lado do navio USS Omaha. O vídeo foi feito por uma câmera de imagem térmica (FLIR) que detecta e mostra sinais de calor.

    Segundo a descrição do vídeo, o encontro com o objeto esférico foi filmado a partir do centro de comando do navio em 15 de julho de 2019 enquanto navegava ao largo da costa de San Diego.

    ​A Marinha dos EUA fotografou e filmou OVNIs "esféricos" e veículos multiambiente avançados, aqui estão algumas dessas filmagens. Filmado no Centro de Informações de Combate do USS Omaha em 15 de julho de 2019. Não foram encontrados destroços. Nenhuma embarcação foi recuperada. 

    Consegue-se ouvir também dois membros da tripulação exclamando, "Uau, ele mergulhou", no momento em que a esfera pareceu ter feito uma descida controlada para o oceano.

    De acordo com o áudio da filmagem, a tripulação do USS Omaha iniciou de imediato as buscas, mas assim que a esfera desapareceu da tela ela também sumiu do radar e do sonar do navio. Posteriormente, a equipe não conseguiu encontrar quaisquer fragmentos ou destroços na superfície.

    Mais:

    FBI afirma saber de suposto avistamento de OVNI nos EUA
    'Pensei que estava morrendo': homem do Zimbábue alega que 'OVNI' o fez cair da motocicleta
    Abdução ou revelação? VÍDEO mostra homem no Texas 'virando OVNI'
    Tags:
    OVNI, navio de guerra, Marinha dos EUA, Oceano Pacífico
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar