20:44 23 Fevereiro 2020
Ouvir Rádio
    Mundo insólito
    URL curta
    0 10
    Nos siga no

    Nas últimas semanas, cientistas avistaram uma concentração anormal de grandes tubarões-brancos na costa sudeste dos Estados Unidos.

    A OCEARCH, uma organização sem fins lucrativos que rastreia animais marinhos sobretudo na costa leste dos EUA, compartilhou seus últimos dados oceânicos mostrando um grupo de tubarões-brancos concentrados em uma mesma área nas águas entre a Carolinas do Norte e a do Sul.

    O que acha que está causando esta grande aglomeração de tubarões-brancos agora mesmo? Há sinais isolados de tubarões no golfo do México e depois um grande agrupamento na Carolina do Norte/Carolina do Sul, mas não há nenhum entre os dois locais.

    Internautas se apressaram a adiantar uma variedade de explicações para o fenômeno.

    Enquanto alguns sugeriram que a floração precoce de algas possa estar afetando a capacidade dos tubarões de encontrar alimento, outros defenderam que talvez tivessem sido atraídos por uma elevada concentração de peixe, sobretudo de atuns.

    Atualmente, as águas da plataforma continental ao largo da Carolina do Norte, Carolina do Sul, Geórgia e costa leste da Flórida têm sido o santuário de inverno para tubarões-brancos, que fogem de águas mais frias, segundo a OCEARCH, citada pelo portal Ecowatch.

    A forte concentração de "tubarões-brancos adultos e quase adultos nesta região sugere que é um importante habitat de inverno", concluiu a OCEARCH.

    A equipe de pesquisadores da OCEARCH começou a estudar os tubarões nesta região ainda em 2012.

    O fenômeno parece ter semelhanças com aquele que ocorre com os tubarões-brancos do Pacífico, quando migram para uma zona de oceano entre a Península da Baixa Califórnia e o Havaí, sendo incerto o que os tubarões-brancos fazem quando chegam ao seu destino de águas profundas, mas pesquisas anteriores apontam que esteja relacionado à alimentação e à reprodução, assinala a OCEARCH.

    O professor Bryan Franks, do Departamento de Ciências Marinhas da Universidade de Jacksonville, Flórida, e também pesquisador da OCEARCH, atribui o fenômeno a especificidades das correntes marítimas perto da costa e à abundância de alimento na região.

    Os tubarões-brancos (Carcharodon Carcharias) estão listados como vulneráveis na Lista Vermelha de Espécies da União Internacional para a Conservação da Natureza.

    Pouco se sabe sobre esta estrela dos mares, que tem sido alvo de pesca desmesurada, em virtude da sua fama de devorador de seres humanos e por ser muito apreciado como troféu.

    A OCEARCH anunciou que vai lançar uma nova expedição em fevereiro para investigar de forma mais detalhada o comportamento dos tubarões-brancos.

    Mais:

    Tubarão-branco teria matado homem durante mergulho na costa da Austrália
    Não tente em casa: australiana alimenta tubarão branco com a mão (VÍDEO)
    Tubarão-branco é cercado e atacado por orcas na África do Sul
    Tags:
    oceanos, mar, ciências, pesca ilegal, plataforma continental, tubarão
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar