14:54 19 Fevereiro 2020
Ouvir Rádio
    Mundo insólito
    URL curta
    480
    Nos siga no

    Piramida ("pirâmide" em russo) é um povoado fantasma no Ártico, um dos três povoados russos localizados no arquipélago Svalbard.

    Em tempos, ali funcionava a mina de carvão mais setentrional do mundo. O povoado tinha 1.000 residentes, no fim da década de 1990 a mina foi encerrada, mas o povoado está bem conservado. Agora Piramida é popular entre os turistas que chegam ali para apreciar sua estética soviética, informa o jornal Izvestia.

    • Instrumentos musicais da época soviética no edifício da escola no povoado em Svalbard
      Instrumentos musicais da época soviética no edifício da escola no povoado em Svalbard
      © Sputnik /
    • Ginásio no povoado Piramida em Svalbard
      Ginásio no povoado Piramida em Svalbard
      © Sputnik /
    • Uma casa inclinada no povoado Piramida
      Uma casa inclinada no povoado Piramida
      © Sputnik /
    • Um refeitório no povoado Piramida, Svalbard
      Um refeitório no povoado Piramida, Svalbard
      © Sputnik /
    • Raposa polar em uma rua do povoado Piramida
      Raposa polar em uma rua do povoado Piramida
      © Sputnik /
    • Escadas do hotel do povoado Piramida no arquipélago Svalbard
      Escadas do hotel do povoado Piramida no arquipélago Svalbard
      © Sputnik /
    • Entrada da sala de eventos do povoado Piramida
      Entrada da sala de eventos do povoado Piramida
      © Sputnik /
    • Paredes pintadas em um dos edifícios do povoado Piramida em Svalbard
      Paredes pintadas em um dos edifícios do povoado Piramida em Svalbard
      © Sputnik /
    • Praça central com monumento a Vladimir Lenin em Svalbard
      Praça central com monumento a Vladimir Lenin em Svalbard
      © Sputnik /
    1 / 9
    © Sputnik /
    Instrumentos musicais da época soviética no edifício da escola no povoado em Svalbard

    Os depósitos de carvão foram descobertos ali em 1910 e antes da Revolução Russa de 1917 pertenciam a uma empresa russo-inglesa. No início dos anos 1930 a mina se tornou propriedade do consórcio soviético Arktikugol. O povoado foi construído depois da Segunda Guerra Mundial, nos anos 1946-1947.

    No início, 600 exploradores polares chegaram ao povoado e entre 1960 e 1980 eram 1.000 as pessoas que viviam ali de forma permanente. Em Piramida foi criada toda a infraestrutura necessária, incluindo uma piscina, um ginásio, um cinema e um jardim de inverno.

    Há vários anos, o povoado começou a renascer. Foi renovado, mas o design soviético que atrai os turistas foi conservado. A maioria dos edifícios ficam vazios na maior parte do tempo, mas em comparação com muitos outros assentamentos abandonados não causam uma impressão deprimente.

    Hoje em dia, três pessoas vivem no povoado de maneira permanente e mais 20 pessoas vivem aqui no verão, principalmente para pesquisa cientifica.

    Atualmente o Arktikugol e o governador de Svalbard cuidam da conservação dos edifícios locais. A maior parte do arquipélago está sob jurisdição da Noruega.

    Mais:

    Fantasmas de madrugada: filha de George W. Bush relembra o que passou na Casa Branca
    Exército iraquiano reanima 'tanques fantasmas' (FOTOS)
    Será que dá para cobrar impostos de fantasmas?
    Tags:
    cidade fantasma, turismo, Svalbard, União Soviética, Noruega
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar