00:54 17 Novembro 2018
Ouvir Rádio
    Mergulhador tirando fotos de tubarões

    Mergulhador 'combate' tubarões para remover anzóis de maxilares fortes (VÍDEO)

    © Foto: Mike Korostelev
    Mundo insólito
    URL curta
    0 40

    Cenas arrebatadoras captaram "desentendimento" entre tubarões e um mergulhador, que estava procurando retirar anzóis pregados na boca dos peixes, comunicou o jornal Daily Mail.

    Troy Illoski, de 51 anos de idade, gravou o momento incrível durante sua visita a Grande Bahama, quarta maior ilha das Bahamas. A câmera seguiu o "adestrador de tubarões" Riccardo Sturla Avogadri que procurava remover anzóis de maxilares e brânquias de tubarões.

    O mergulhador agarrou o corpo de um tubarão, caçando objetos metálicos, elevando a criatura pelo nariz para removê-los.

    O animal, que pode ser um tubarão-limão, foi deixado pelo mergulhador depois de se ver livre dos anzóis com sucesso, comunicou o jornal Daily Mail.

    Para atrair o peixe, Riccardo usou uma isca, a seguir começou a massagear a área ao redor do nariz do animal, contou Troy Illoski, engenheiro e conservacionista de animais de Nova Jersey.

    A massagem na zona nasal do animal ajudou a incentivar um estado de transe do tubarão por uns 15 minutos. É um método seguro que permite examinar tubarões sem prejudicá-los.

    Troy Illoski afirmou visitar as águas de Bahama com frequência para filmar tubarões, principalmente tubarão-limão e tubarão-bico-fino.

    "Proteger e salvar tubarões é uma parte importante para ecossistema saudável, visto que metade do oxigênio da Terra vem do oceano", sublinhou Troy Illoski.

    Mais:

    Lembranças aterrorizantes: GoPro quase cai na boca de tubarão branco faminto (VÍDEO)
    O que esconde Antártica? Google Earth revela OVNI 'emergindo' da neve (VÍDEO)
    Confira lugar mais inesperado para hibernação de serpente intrusa (VÍDEO)
    Não há lugar mais aconchegante: aranhinhas 'repousam' nas costas da aranha mãe (VÍDEO)
    Tags:
    tubarões, mergulhadores, combate, vídeo, Bahamas
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik