21:44 06 Abril 2020
Ouvir Rádio
    Mundo insólito
    URL curta
    2012
    Nos siga no

    Alan Miller, um australiano de 53 anos, afirma que na realidade ele é Jesus, filho de Deus, e que desde 1997 ele começou a ter memórias de sua vida na terra dos filisteus há dois mil anos, informou o jornal Daily Mail.

    Alan declarou ao jornal que suas recordações se estendem a 2.000 anos e ultimamente se têm intensificado. O homem conheceu sua atual esposa Mary Luck, que ele afirma ser Maria Madalena, distinta discípula de Jesus de Nazaré. Ela também afirma que, ao conhecer Miller, suas memórias voltaram.

    Juntos, eles criaram um movimento religioso chamado Verdade Divina que ajuda as pessoas a se aproximarem de Deus. Embora Miller não tenha feito nenhum milagre que possa comprovar que ele é realmente filho de Jesus e não um mentiroso, o número de seus adeptos está crescendo.

    "Não tenho vontade de mostrar que sou Jesus porque a questão não é essa. Eu sei quem sou e a gente que me vê sabe quem eu sou e outras pessoas vão saber quem eu sou", conclui o suposto filho de Deus.


    Mais:

    Pastor da Universal tenta convencer fiéis a doar carros de até R$ 600 mil para a Igreja
    Tags:
    movimento, religião, Deus, memória, Jesus Cristo, Austrália
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar