05:19 21 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Gatinho durante um concurso de beleza para gatos, 26 de setembro de 2015

    Gatos em vez de terroristas: belgas não divulgam detalhes da operação antiterrorista

    © AP Photo / Vadim Ghirda
    Mundo insólito
    URL curta
    441

    A polícia belga pediu à mídia e aos cidadãos para não divulgarem informações nas redes sociais sobre a operação antiterrorista que teve lugar em Bruxelas. Em resposta, os usuários começaram a publicar fotos de gatos, usando o hashtag #BrusselsLockdown.

    “A polícia belga pediu para não publicarmos no Twitter detalhes das rusgas antiterroristas que já tiveram lugar”, escreveu um dos usuários belgas.

    “Temos de esperar, só isso”, comentou a situação uma jovem usuária.

    Como frequentemente acontece na Internet, a brincadeira se tornou muito popular.

    “Estamos prontos", parece que os gatos começam a caça de terroristas.

    “A polícia belga pede aos usuários para publicarem fotos de gatos com o hashtag #BrusselsLockdown para demonstrar o amor pelos terroristas”.

    “URGENTE: na operação antiterrorista, a polícia belga usa novos hovergatos que podem atingir a velocidade de 320 km por hora”.

    Hovergatos é uma alusão aos hoverbikes (veículos de alta velocidade mostrados nos filmes Guerra nas Estrelas).

    Pouco a pouco, os gatos deixaram de ser animais e se tornaram participantes de operações policiais. Pelos vistos, é assim que os usuários belgas das redes sociais consideram.

    “Shhhh! Estou observando”.

    “Décimo segundo dia. Ainda estão pensando que sou um husky”.

    Parte de cidadãos belgas apelou aos terroristas para depor as armas e não se opor à polícia, usando para isso imagens de personagem de Star Trek.

    “Deponha as armas. DEPONHA AS ARMAS!”

    Entretanto, alguns gatos não caçam terroristas mas apelam aos habitantes civis da cidade para descansar e relaxar.

    “Relaxem, meus amigos”.

    Há que lembrar que, em resultado da operação antiterrorista de grande escala realizada pelos órgãos policiais belgas na noite de 23 de novembro, foram detidas 16 pessoas. Todavia, Salah Abdeslam, suspeito principal da organização dos atentados perpetrados em Paris em 13 de novembro, ainda não foi detido.

    Tags:
    terrorismo, operação, Internet, animais, Twitter, Bélgica
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar