12:52 09 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    0 30
    Nos siga no

    Presidente de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa, se encontra em visita de Estado de quatro dias à Índia. Após reunir-se com o seu homólogo indiano e com o primeiro-ministro Narenda Modi em Nova Deli, Rebelo de Sousa segue para Goa neste sábado (15).

    Portugal e Índia assinaram 14 acordos e memorandos de entendimento em áreas chave, como direito do mar, propriedade intelectual e pesquisa aeroespacial e científica, durante os encontros realizados entre o presidente de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa, e as mais altas autoridades indianas, em Nova Deli, nesta sexta-feira (15).

    O presidente da Índia, Ram Nath Kovind, recebeu o seu homólogo português no palácio de Rashtrapati Bhavan. Kovind lembrou os laços que unem as duas nações, que possuem 500 anos de história compartilhada.

    "Os dois países estão intimamente ligados através de Goa e Mumbai, da nossa cultura, idioma e parentesco", afirmou Kovind.

    O presidente indiano também agradeceu a Portugal por estender seu apoio à comemoração do 150º aniversário de nascimento de Mahatma Gandhi.

    Kovind manifestou o interesse da Índia em unir-se como país observador à Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP). Criada em 1996, a organização une todos os países de língua portuguesa do mundo, inclusive o Brasil.

    "A Índia espera se tornar um observador associado da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa para que possamos ampliar nossas parcerias de desenvolvimento na África e em outros lugares", acrescentou.

    A Índia possui territórios nos quais a língua portuguesa é utilizada, como a região de Goa.

    Presidente de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa, é recebido pelo seu homólogo indiano, Ram Nath Kovind, no palácio Rashtrapati Bhavan, em Nova Deli, no dia 14 de fevereiro de 2020
    © REUTERS / Adnan Abidi
    Presidente de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa, é recebido pelo seu homólogo indiano, Ram Nath Kovind, no palácio Rashtrapati Bhavan, em Nova Deli, no dia 14 de fevereiro de 2020

    Konvind disse que a agenda bilateral se expandiu significativamente. Hoje, os países cooperam em áreas como ciência e tecnologia, defesa, educação, inovação e startups, água e meio ambiente, entre outras, acrescentou.

    Para o presidente indiano, os países devem aprofundar as relações no âmbito do combate ao terrorismo internacional. "Deveríamos aprofundar ainda mais nossa cooperação para derrotar e destruir essa ameaça global", declarou Kovind.

    Em outubro de 2005, Portugal extraditou dois acusados de terrorismo, Abu Salem e Monica Bedi, para Nova Deli.

    Outras áreas de cooperação citadas pelos mandatários são o desenvolvimento portuário, migração e mobilidade, startups, direitos de propriedade intelectual, área aeroespacial, nano-biotecnologia, coprodução audiovisual, ioga, treinamento diplomático, pesquisa científica e políticas públicas.

    Kovind também citou as mudanças climáticas como um desafio global premente e convidou Portugal a se unir à Aliança Solar Internacional em um futuro próximo. A Aliança, encabeçada pela Índia, tem como objetivo reunir esforços para desenvolver a energia solar.

    "Nossa parceria global acrescentou profundidade ao nosso empenho comum e ao nosso desejo comum de criar uma ordem mundial multipolar", declarou Kovind.

    Encontro com o primeiro-ministro Modi

    Nesta sexta-feira (15), o presidente português reuniu-se com o primeiro-ministro indiano, Narendra Modi. Durante as conversações foram assinados sete pactos para cooperação em áreas de investimento, transporte, portos, cultura e direitos de propriedade industrial e intelectual.

    Presidente de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa, inspeciona a guarda de honra durante sua recepção no palácio presidencial indiano, o Rashtrapati Bhavan, em 14 de fevereiro de 2020
    © REUTERS / Adnan Abidi
    Presidente de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa, inspeciona a guarda de honra durante sua recepção no palácio presidencial indiano, o Rashtrapati Bhavan, em 14 de fevereiro de 2020

    Em 2017, Modi visitou Portugal, ocasião na qual foram assinados 11 acordos cobrindo um amplo espectro de temas, como espaço, prevenção de dupla tributação, nanotecnologia, biotecnologia e ensino superior. A última visita de um presidente português à Índia havia sido realizada em 2007.

    Rebelo de Sousa visita Goa

    Após o encontro com as mais altas autoridades indianas, Marcelo viajará para Maharashtra e Goa neste sábado (15). Goa é um território lusófono localizado no sudoeste do subcontinente indiano.

    Em Goa, Rebelo de Sousa deve assinar um memorando de entendimento com autoridades locais sobre gestão de águas e esgotos, além de reunir-se com o governador de Goa, Satya Pal Malik, reportou o jornal indiano Firstpost.

    A visita do presidente deve durar quatro dias e será encerrada neste domingo (16).

    Mais:

    Portugal deseja reforçar laços econômicos e técnicos com Rússia, diz embaixador português
    Na luta pelo fim do câncer de colo de útero, Portugal vai vacinar meninos contra HPV
    Portugal acaba visto gold para compra de imóveis em Lisboa e Porto
    Tags:
    Goa, CPLP, Índia, Portugal
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar