13:29 19 Julho 2019
Ouvir Rádio
    Representante oficial da chancelaria russa criticou duramente agenda destrutiva de Washington

    'EUA querem criar novas linhas de separação no Oriente Médio'

    CC0
    Mundo
    URL curta
    108

    A recente cúpula de Varsóvia sobre o Oriente Médio mostrou que os Estados Unidos querem criar novas linhas de separação no Oriente Médio, enquanto a decisão de estabelecer grupos de trabalho para resolver os problemas regionais demonstra o desejo dos EUA de agir unilateralmente, afirmou a representante oficial da chancelaria russa, Maria Zakharova.

    "O principal objetivo do fórum de Varsóvia, como era esperado, foi uma tentativa de consolidar as posições de seus participantes no apoio à agenda destrutiva de Washington de total oposição a Teerã, que tinha de ser visto como a 'principal fonte de instabilidade na região'. Infelizmente, é necessário afirmar que a conferência de Varsóvia tornou-se mais uma ilustração da política do governo dos EUA voltada para a criação de novas linhas de separação no Oriente Médio, que já se encontra mergulhado em múltiplos conflitos e diferenças", disse ela. 

    De acordo com a funcionária do Ministério das Relações Exteriores da Rússia, a conferência realizada na última semana na capital da Polônia não teve como foco um debate sério sobre os problemas do Oriente Médio: 

    "Seu principal resultado é a criação de vários grupos de trabalho especiais para discutir uma série de desafios e ameaças globais, como terrorismo, não-proliferação, questões humanitárias e refugiados. O que é isso, se não uma tentativa de lançar um processo paralelo que atuará no desenvolvimento de decisões unilaterais?", questionou Zakharova.

    Mais:

    Irã é ameaça crescente às rotas de navegação no Oriente Médio, diz vice-almirante dos EUA
    Brasil pode ajudar em processo de paz no Oriente Médio?
    Irã acusa EUA de apoiarem 'ditadores e carniceiros' que levaram ruína ao Oriente Médio
    Lançamentos espaciais do Irã ameaçam Europa e Oriente Médio, diz Pompeo
    Ações dos EUA no Oriente Médio fazem lembrar 'traquinada de criança', diz analista
    Tags:
    Maria Zakharova, Washington, Rússia, Teerã, Irã, Varsóvia, Polônia, Estados Unidos, Oriente Médio
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar