16:19 21 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Sede da Organização das Nações Unidas em Nova York

    Moscou: EUA seguem degradando condições de trabalho para missão russa na ONU

    © AP Photo / Osamu Honda, File
    Mundo
    URL curta
    318

    Os Estados Unidos continuam violando suas obrigações como nação anfitriã das missões nacionais da ONU, desta vez obrigando o pessoal administrativo e técnico da Missão Permanente Russa nas Nações Unidas a obter carteiras de motorista por meio das autoridades estaduais, disse nesta quinta-feira o Ministério das Relações Exteriores da Rússia.

    "Além da prática rotineira de negar vistos a diplomatas russos em viagens de negócios longas e curtas à Missão Permanente Russa nas Nações Unidas em Nova York, assim como revogar vistos, outra irritação emergiu recentemente. Desde janeiro de 2019, os americanos introduziram um novo procedimento para obter carteiras de motorista e registrar veículos pessoais do pessoal administrativo e técnico da missão permanente. Agora, as carteiras de motorista para esses indivíduos serão emitidas não pelo Escritório de Missões Estrangeiras do Departamento de Estado, mas pelas autoridades estaduais", reclamou por meio de nota o Departamento de Informação e Imprensa da chancelaria russa. 

    O procedimento, segundo Moscou, será comum tanto para os residentes locais quanto para os trabalhadores administrativos e técnicos. Para obter carteiras de motorista, os funcionários da missão russa provavelmente serão obrigados a passar por um exame de vários estágios e pagar uma taxa estadual. 

    "Esse procedimento criará dificuldades no trabalho da missão permanente, agravando a situação desconfortável com a obtenção de carteiras de habilitação. Além disso, os americanos buscam estender essa prática aos motoristas profissionais russos que trabalham com a missão permanente."

    Mais:

    Diplomatas dos EUA visitam homem acusado de espionagem na Rússia
    Diplomatas norte-americanos começam a deixar Venezuela
    Diplomatas russos visitam Maria Butina e voltam exigir tratamento humano à prisioneira
    Diplomatas investigam morte de mais um cidadão russo sob custódia da imigração dos EUA
    Tags:
    diplomatas, Nações Unidas, ONU, Estados Unidos, Rússia, EUA, Moscou, Nova York
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar